Resenha: Amante Consagrado – J.R. Ward

quinta-feira, setembro 08, 2011 9 Comments A+ a-





                                                                                                             
Alerta: Esse post contém spoiler dos livros anteriores. Se você já leu até o quinto livro (Amante Liberto) ou se não se importa com revelações sobre o enredo pode ler sem problemas. 

Clique nas imagens abaixo para ler sobre os outros livros da saga.





                                                                           
                
                                                
1-                  Amante Sombrio (capa vermelha)
2-                 Amante Eterno ( capa azul)
3-                 Amante Desperto (capa cinzenta)
4-                 Amante Revelado (capa meio metálica, a única que tem uma mulher em destaque)
            5- Amante Liberto  (capa laranja à direita) 


“Acorde Phury. Você está se matando. Pare de arranjar muletas e espalhar mentiras e olhe para si mesmo com atenção.” ( Zsadist, pág. 284)

            Na Irmandade, Phury sempre foi o cavalheiro, o bom samaritano. Aquele que separa as brigas, que faz tudo por todos e que nunca pede nada em troca. Em um desses momentos de “bondade” e benevolência Phury se oferece para ser o Primaz ao invés de Vishous, para que esse pudesse encontrar sua cara-metade. 
Phury se torna então o reprodutor Primaz da raça, aquele que vai ser responsável por gerar tanto os futuros guerreiros quanto as futuras escolhidas. Mas as coisas não estão saindo da maneira que se esperava, por que ele não faz a iniciação como esperado e leva sua Primeira Companheira, Cormia, para viver do Outro Lado (as Escolhidas vivem num mundo afastado dos demais, só tendo acesso a ele quem for autorizado pela Virgem Escriba). Phury deseja Cormia, mas não quer forçá-la a nada e, com isso vários meses se passam, sem que nada aconteça entre eles. 

Paralelo a isso há o vício de Phury. Tentado acalmar “O mago” em sua cabeça ele se tornou um viciado em ópio Fumaça Vermelha mas, nos últimos tempos essa droga não é mais suficiente.  Desde o primeiro livro da série sabemos sobre o vício de Phury mas em “Amante Liberto” a auto-destruição toma níveis preocupantes e isso só piora em “Amante Consagrado”
Entre o dever para com a raça, o amor que sente por Cormia, e o vício de drogas, Phury vai ter que tomar decisões importantes, que talvez mudem o destino da raça dos vampiros para sempre.

 PONTOS FORTES.

Cormia, como heroína da história, me surpreendeu: Achei que iria ser uma probre coitada mas ela tem momentos de decisão e, embora não entre na minha lista de shellans preferidas, gostei da maioria das atitudes dela.
Ponto positivo também foi o relacionamento de Xhex e John, que é mais explorado nesse livro. Para mim esse foi o grande ponto forte de Amante Consagrado, mal posso esperar para ler a história dos dois.
Nesse livro Revh volta a aparecer o que é sempre um ponto positivo. Falando em pessoas que voltam a aparecer, um certo guerreiro retorna de seu exílio e a cena que ocorre após a sua volta me deixou com lágrimas nos olhos.
            Blay e Qhuinn ganham mais destaque nesse livro e, apesar de já ter previsto o que iria acontecer entre eles, fiquei pasma mesmo assim. Esses personagens ganharam mais “contornos” nesse livro, o que me fez gostar mais deles.

            PONTOS FRACOS.

            Gente, eu avisei que não iria suportar a história do drogado patético Phury. Senti isso desde “Amante Liberto” e “Amante Consagrado” só aumentou minha antipatia por esse personagem.  O cara faz um voto de castidade para parecer mais puro, tem pinta de galã e salvador e quer que todos admirem sua coragem e blábláblá. Mas, quando chega a hora de Phury tomar uma atitude o que ele faz? Se tranca no quarto e fica se drogando.
            Ok, quando não está bancando o coitadinho, Phury até que  tem pontos positivos mas essas cenas são tão raras que eu tinha vontade de pular as cenas com ele. O ápice de minha irritação com Phury aconteceu no meio para o final do livro. Pensei que, finalmente, ele ia tomar uma atitude mas tudo o que fez foi ir comprar mais drogas. Patético.
            Outro ponto negativo é que os redutores voltaram dessa vez com um novo líder.  Não sei o que foi mais irritante: Ler sobre a maldade dos redutores ou sobre mimimi do Phury. Ômega contraria tudo o que a gente pensa sobre ele e aparece com uma idéia nova algo que, segundo ele, vai reequilibrar a guerra com os irmãos.  Ainda estou tentando entender no que isso vai mudar as coisas na série, então sem comentários.

           
CONCLUSÃO

            No que se refere a história do casal principal, esse é o livro mais fraco da série. Talvez seja por que não consegui me ligar aos personagens principais como deveria mas a história de Phury e Cormia não está entre as minhas favoritas. Em compensação, é um livro sobre a Irmandade então sempre vale a pena ser lido mesmo que, depois desse livro, tenha ficado ainda mais preocupada com o rumo da série. O próximo livro, Amante Vingado, tem tudo para ser uma ótima história mas com a Ward nunca se sabe. Nota 8 e votos para que “Amante Vingado” esteja na livraria o mais breve possível. Até a próxima. 

Leu a resenha? Não leu? Mesmo assim, aguardo o seu comentário. 



"My work always tried to unite the true with the beautiful; but when I had to choose one or the other, I usually chose the beautiful." -- Hermann Weyl Miss Carbono que é o numero 6 na tabela periodica

9 comentários

Write comentários
Sanzinha
AUTHOR
9 de setembro de 2011 05:24 delete

Ah, Miss!

Eu estou doida pra começar a ler essa série, mas ainda nem pude comprar os livros. Acho que fica só pro final do ano... quem sabe rola um descontinho legal nos preços, né? rsrs
Quero muito ler logo!

Beijinhos!

Reply
avatar
Sara
AUTHOR
9 de setembro de 2011 06:53 delete

Fico imaginando esta série na Tv, sinto que faria True Blood parecer um filme da Disney!!! Toma essa Billll.
"Se tranca no quarto e fica se drogando." E ouvindo Simple Man! As músicas da banda combinam com drogado patético... haha... Adorei as capas dos livros!

Reply
avatar
*Sa*
AUTHOR
9 de setembro de 2011 09:47 delete

Li só o início do post pra não me deparar com possíveis spoilers (já que finalmente eu comecei a ler a saga! (YEY!)

E te digo, já estou doida pra chegar no sexto!!! *rói as unhas* as capas são tão lindas... eu tô adorando a Série!

Bem avisando que estou de volta! Enrolada, porém aparecida rsrsrs

Bjinhus

Sa
http://mundo-sa.blogspot.com

Reply
avatar
Julia G
AUTHOR
9 de setembro de 2011 12:07 delete

Toda vez que eu leio uma resenha dessa série só consigo pensar que preciso urgente começar a ler. ;~ Com a quantidade de coisas que tenho para fazer, a pilha de livros que já tenho, está difícil.

Beijos
Conjunto da Obra

Reply
avatar
9 de setembro de 2011 12:42 delete

Parabéns pela resenha! Já li Amante Sombrio e no momento estou lendo Amante Eterno e curtindo bastante. Em breve, pretendo ler o restante da saga. Beijos!

Reply
avatar
10 de setembro de 2011 12:15 delete

Eu ainda não li o livro dele mais vc acredita que já estou apaixonada por esse "drogado" kkkkk

Beijos
Luciana - Apaixonada por Romances

Reply
avatar
10 de setembro de 2011 16:36 delete

Acho que voce já fez a resenha de todos os livros dessa serie
E eu nunca li nenhum...
Que vergonha
Tenho q procurar esse livro pra ler
Beijos

Reply
avatar
Fabi!!
AUTHOR
11 de setembro de 2011 15:29 delete

Só tenho o 1º e fiquei louca para ler os outros, adorei a resenha!!!!
Bjos!
Fabi!!

Reply
avatar
Anônimo
AUTHOR
14 de setembro de 2011 07:46 delete

Já li todos e adoro.
Recomendo, muito hot.
Bjus!
Dorah

Reply
avatar


Olá, seja bem-vindo!

Pode falar o que quiser do filme, livro ou texto - só peço que tome cuidado para não ofender os outros leitores do blog. Nada contra palavrões mas também não vamos exagerar, ok?

Obrigada!