|FILME| Maze Runner - Correr ou morrer (Resenha / Review)

segunda-feira, outubro 06, 2014 1 Comments A+ a-

   Um jovem acorda numa jaula, uma espécie de elavador que está subindo rapidamente, sem saber como veio parar ali. Mais ainda, ele não sabe seu próprio nome, sua idade ou quem são seus pais - ele não se lembra de nada. A jaula sobe até uma espécie de platô, um campo aberto com arvores e um monumento de concreto ao fundo. A volta dele, jovens meninos aparentando ter uma idade próxima a sua. Ele tenta correr mas os jovens o nocauteiam. 
    Esse é o inicio de Maze Runner, filme inspirado numa série homônima de livros e que alcançou o topo das bilheterias nas ultimas semanas. O filme segue o sucesso de outros livros distópicos transformados em filme e que fizeram sucesso, como Jogos Vorazes e Divergente
     Mas, se outros filmes do gênero começam situando o expectador no 'universo' em que se passa a história para só depois partir para a ação, Maze Runner se difere por seguir o caminho inverso: tão logo o jovem descobre que seu nome é Thomas, que todos os garotos chegaram ali pelo mesmo elevador e que ninguém sabe ao certo o que é aquele lugar, apenas que está a margem de um gigantesco labirinto (o 'monumento' que citei no inicio) a ação começa
     Acho que o "Correr ou morrer" acrescentado no título da versão brasileira (o primeiro livro também tem esse nome) se encaixa perfeitamente ao filme. Porque se tem uma coisa que Thomas faz muito (além de ignorar todas as regras que o grupo apresenta a ele) é correr como se sua vida dependesse disso: afinal, o labirinto está repleto de monstro de aspecto nojento e robótico e com potencial de envenenar a todos os que cruzam o seu caminho e correr parece ser a unica alternativa para um bando de jovens sem armas. 
     Essa ação combinada com um clima de mistério é exacerbada quando uma jovem chamada Teresa aparece pelo mesmo lugar que Thomas, trazendo consigo um bilhete informando que será a ultima a entrar no "jogo". As cenas de ação agradam os mais imediatistas e o enigma - que diabos é esse lugar? - deixa os mais cerebrais ligados na história até o final. Maze Runner é é frenético, interessante e instigante do começo ao fim.  
     Falando em mistérios e enigmas, essa talvez seja uma das partes mais frustrantes do filme: no final, até temos algumas respostas interessantes e também a resolução do conflito imediato, que é a fuga do labirinto. Por outro lado, as ultimas cenas criam novas perguntas e questionamentos, que só serão respondidas no próximo filme
      Não sei dizer se gostei ou não de Maze Runner. Acho que é um filme bom mas, ao mesmo tempo, é frustrante ter esse monte de perguntas na minha cabeça - estou até pensando em ler os livros para não ter que esperar um ano inteiro pela sequencia. 

      Mesmo assim, recomendo aos que gostam desse gênero meio distópico. Maze Runner pode nõ ter personagens tão interessantes ou mocinhos bonitões como 'Divergente' e 'Jogos Vorazes', por exemplo, mas é uma história que promete. 
      Nota 8 - um bom filme.
    

"My work always tried to unite the true with the beautiful; but when I had to choose one or the other, I usually chose the beautiful." -- Hermann Weyl Miss Carbono que é o numero 6 na tabela periodica

1 comentários:

Write comentários
7 de outubro de 2014 16:18 delete

Olha, uma dica é que o final já explica muita coisa, mesmo que pareça mais uma pergunta do que resposta kkk mas não tem muito mistério. Enfim, leia o livro sim!! A série é maravilhosa, e embora eu tenha ~amado as cenas de ação do filme, eu senti mais próxima dos personagens pelo livro

xx Carol
http://caverna-literaria.blogspot.com.br/
Tem resenha nova de "Fangirl" no blog, vem conferir!

Reply
avatar


Olá, seja bem-vindo!

Pode falar o que quiser do filme, livro ou texto - só peço que tome cuidado para não ofender os outros leitores do blog. Nada contra palavrões mas também não vamos exagerar, ok?

Obrigada!