Resenha: Romeu Imortal - Stace Jay

sexta-feira, novembro 02, 2012 2 Comments A+ a-

  

          Na resenha que fiz de Julieta Imortal (primeiro livro dessa "série") comentei que, apesar da autora ter colocado um gancho para um próximo livro, eu não acreditava que isso seria possível. Afinal, não haveria mais história e, se o primeiro livro foi enrolado pra caramba, um segundo livro apenas chutaria o balde. 


           Mas fui surpreendida e o segundo livro saiu. E mais surpreendida ainda quando comecei a lê-lo. 


           Em Romeu Imortal, Romeu é recrutado pelos embaixadores e tem que fazer com que Ariel acredite no amor pois, se ela ainda continuar com esse ódio todo, logo irá passar para o lado dos Mercenários e ser a responsável pela destruição da Terra. Romeu, um convencido de primeira, acha que irá ser moleza conquistar a garota, mas acaba se esquecendo de um detalhe: Ariel detesta Dylan, o rapaz que Romeu "possuiu" afim de conquistá-la. Mas também não é pra menos: Dylan havia fingido ser apaixonado por Ariel, apenas por causa de uma aposta. 
            Logo Romeu percebe que não é tudo tão fácil como ele imaginava. E que Ariel é muito mais que a a jovem marcada por cicatrizes e com baixa estima que ele havia imaginado. 

           É impossível falar sobre esse livro sem compará-lo com o primeiro, Julieta Imortal. Como eu disse na resenha desse livro, achei tudo muito enrolado e confuso, como se a própria autora estivesse em dúvidas sobre o caráter de seus personagens ou sobre qual caminho tomar. Porém, em Romeu Imortal, dá para perceber certa evolução  na escrita de Stacey Jay: Os personagens já tem mais personalidade, os vilões e mocinhos estão mais definidos e, principalmente, não há mais aquela enrolação e lenga-lenga que havia nos monólogos de Julieta. Tanto Ariel como Romeu, que dividem a narração em primeira pessoa (hora sob perspectiva de um e hora sob a do outro) são narradores mais suportáveis que, embora tenham seus momentos de reflexão, não ficam mudando de ideia de um momento para outro como Julieta fazia. 
            Ainda falando sobre os personagens principais, gostei muito do personagem Romeu. Sabe aquele garoto meio mau caráter mas com senso de humor? Esse é Romeu. Mesmo no inicio, quando ele age como se a conquista do amor de Ariel fosse uma espécie de jogo, eu não consegui desgostar do personagem. Romeu é um cafajeste no inicio mas há certo charme nesse mau caratismo dele. 
             Não que ele seja um cafajeste o tempo inteiro. Logo ele se apaixona por Ariel e muda bastante. Mas, o mais legal de tudo é que ele não muda completamente. O próprio Romeu admite que nunca poderá ser uma cara bom, então ele continua sendo um pouco badboy, mesmo apaixonado e com nobres intenções. 
             Quanto a Ariel, ela me surpreendeu bastante também. Achei que ela iria ser uma heroína atormentada, tal qual Julieta, mas me surpreendi com seu senso de humor e seu lado um pouco vilanesco. Lendo o livro percebi que Ariel é  perfeita para Romeu justamente por ter um lado sombrio, igual a ele. 
             Afora os personagens, que na minha opinião foram muito bons (amo quando os personagens não são perfeitos demais) o livro também tem uma dinâmica mais interessante. Mesmo com mais páginas que Julieta Imortal, Romeu parece  fluir mais rápido e mais interessante também como se, agora que nós já conhecemos o 'mundo' dos Embaixadores e Mercenários, a autora pudesse mergulhar ainda mais na história. 

              Só tenho um parentese que é o 'dom' de Ariel. Não entendi muito bem qual é esse dom e por que isso poderia salvar ou destruir o mundo. No final, a própria autora parece não ter entendido isso muito bem pois não apresentou nenhuma conclusão sobre o assunto, nem mesmo no Epílogo. 
               Em tempo: Já falei que amo Epílogos? Principalmente quando eles se passam anos depois da conclusão da história *-*

               Enfim, recomendo para quem gostou de Julieta Imortal e também para quem, assim como eu, não gostou tanto. Apesar do primeiro livro ruinzinho, não é que o segundo conseguiu ser um bom passatempo? 

                Nota 7,5 - um bom livro mas tirei meio ponto pelo dom não explicado de Ariel. 

EXTRAS
Página do livro no Skoob - com sinopse e capa 

             
E você? Pretende ler esse livro? Comente! 

"My work always tried to unite the true with the beautiful; but when I had to choose one or the other, I usually chose the beautiful." -- Hermann Weyl Miss Carbono que é o numero 6 na tabela periodica

2 comentários

Write comentários
2 de novembro de 2012 11:00 delete

Parabéns pela resenha! Já li Julieta Imortal e amei! Estou ansiosa para ler Romeu Imortal! Beijo!

www.newsnessa.com

Reply
avatar
Sandra Mendes
AUTHOR
3 de novembro de 2012 19:03 delete

Hey, Miss!

Eu gostei muito de Julieta Imortal e estou curiosa sobre o Romeu.
Pretendo ler em breve esse livro. Vamos ver se gosto.

BEijinhos!

Reply
avatar


Olá, seja bem-vindo!

Pode falar o que quiser do filme, livro ou texto - só peço que tome cuidado para não ofender os outros leitores do blog. Nada contra palavrões mas também não vamos exagerar, ok?

Obrigada!