Resenha: Até encontrar você - Nancy Warren

segunda-feira, abril 16, 2012 1 Comments A+ a-

   



         Chloe Flynt é uma jovem londrina que se sente entediada com muita facilidade e desiste rapidamente de tudo. Mas dessa vez é diferente, Chloe precisa arrumar um emprego e se sustentar (pela primeira vez na vida) por que seus pais não estão muito bem financeiramente.

Como essa personagem maluca vai parar em Austin, no Texas? É meio mal explicado e estranho, mas ela acaba trocando a cinza Londres pela ensolarada Austin. E se dedica em sua mais nova carreira: Terminar relacionamentos, algo que ela se considera especialista, após desatar 3 noivados. O romance da história acontece quando Chloe conhece seu senhorio, um caubói bonitão chamado Matthew. Ele já tem namorada e ela não quer se envolver nesse momento mas...
Esse é um livro bem diferente daqueles que fizeram Nancy Warren ser uma das minhas autoras de romance de banca favorita. Os personagens caricatos estão lá, as situações engraçadas estão lá, há romances secundários ao do casal principal. Todos os elementos da escrita da autora estão lá, só que dessa vez o resultado não foi o esperado.

A personagem principal é maluca e não de uma maneira boa, não consegui gostar dele em nenhum momento – e o mesmo vale para Matthew. Acho que por ele ser comprometido, e durante todo o livro haver esse impasse entre eles (o mocinho não tem coragem de terminar da namorada) me fez desanimar com esse casal. Como uma mocinha que parece ser tão confiante hesita tanto em tomar uma atitude?
Os personagens secundários são um pouco melhores. Gostei de Stephanie e Rafael, apesar de achá-la meio sem atitude em alguns momentos, esse casal de amigos dos mocinhos ainda conseguiram me despertar um pouco de simpatia, assim como Deborah e Jordan, outro casal secundário. Só que, no caso desses últimos, senti que faltou um pouco mais de desenvolvimento, havia uma história boa o suficiente para um livro só deles, mas a autora os deixou como secundários nessa outra história não tão boa. Se tudo fosse narrado sob o ponto de vista da doutora seria um livro melhor? Não sei, mas é algo que eu gostaria de ver ler.

Outra coisa, que só me ocorreu enquanto escrevia essa resenha, é que o a historia tem pouquíssimas páginas (159 para ser exata) para muitas tramas secundárias e personagens. Tenho certeza de que houve cortes de edição nesse livro para se adaptar ao formato de banca e talvez esse seja um dos motivos da história parecer tão maluca e sem sentido pra mim.
                Mas não é só isso, a própria maneira de narrar a história não parece ser muito da autora. É como se eu estivesse lendo um ‘chick-lit’ e não um romance de banca onde a história é centrada no relacionamento amoroso entre os personagens principais.
                É um dos piores livros da autora que já li, não por que seja uma leitura insuportável, mas por que é bem decepcionante.  Não tenho nem para indicar, leia apenas por sua conta e risco. Nota 6 não gostei.

O que acharam do livro? Leriam? Comentem!

"My work always tried to unite the true with the beautiful; but when I had to choose one or the other, I usually chose the beautiful." -- Hermann Weyl Miss Carbono que é o numero 6 na tabela periodica

1 comentários:

Write comentários
Anônimo
AUTHOR
29 de abril de 2013 11:55 delete

eu adorei o livro dela é um romance muito legal

Reply
avatar


Olá, seja bem-vindo!

Pode falar o que quiser do filme, livro ou texto - só peço que tome cuidado para não ofender os outros leitores do blog. Nada contra palavrões mas também não vamos exagerar, ok?

Obrigada!