Resenha: Quando cai o raio - Meg Cabot

sexta-feira, março 16, 2012 3 Comments A+ a-

     

Uma garota briguenta, porém de bom coração. Uma amiga nerd e gordinha. Um badboy. Um raio. Esses são os principais elementos do livro Quando cai o raio de Meg Cabot.
            Já tinha lido outro livro dessa autora (Diário de Princesa) mas, apesar de ter gostado bastante depois disso não li outros livros da autora. Mas já queria ler ‘Quando cai o raio’ há um certo tempo e fiquei muito feliz quando o recebi como presente de amigo secreto (Obrigada Scheila!).
            O livro conta a história de Jéssica Mastriani, uma menina mais ou menos comum. A te que um raio cai em sua cabea (literalmente). Depois disso ela passa a saber a localização de crianças desaparecidas após ver suas fotos na caixa de leite, aliás, a localização de qualquer pessoa desde que veja a foto.
Mas grandes poderes trazem grandes responsabilidades, já dizia Tio Ben, e Jessica logo é localizada pelo FBI, que insiste que ela deve usar esse dom para procurar criminosos da justiça.  Jessica vai então para uma base do exército, onde passa por uma bateria de exames e exposta a várias fotos de criminosos do país. No começo tudo parece OK mas, como não teria graça se fosse assim, logo as coisas começam a parecer como realmente e é ai que ocorrem as cenas de ação/perseguição do livro.

Achei Jessica hilária, ainda que um pouco impulsiva (uma característica da maioria das heroínas modernas).  Mesmo assim gostei dela. Rob é um charme, o típico badboy e torço muito para que ele e Jessica fiquem juntos apesar de todas as complicações. Se bem que acho as atitudes dele meio malucas s vezes (comete N delitos para ajudar Jessica mas não pode ficar com ela por medo de violar a condicional? WTF?). 
O livro também conta com outros personagens interessantes, como a melhor amiga de Ruth, os próprios pai dela e, principalmente, seu irmão Douglas. Achei muito interessante ele ser esquizofrênico, espero que nos próximos livros eles continuem falando sobre a doença dele da mesma maneira razoável que fizeram nesse livro. Não deve ser fácil ter um parente com essa doença, mas o livro o faz com uma certa leveza, sob a perspectiva de uma adolescente de 16 anos, e também ser muito alarde, o que eu achei bem bacana.
O livro é bem curtinho, 270 páginas, o que fez com que eu o lesse rapidamente. Isso e o fato da escrita de Meg Cabot ser tão envolvente; não consegui largar o livro de jeito nenhum, queria saber o que iria acontecer com a Jessica, com o Rob, com Sean... Aliás, já falei do Sean? Ele é um das crianças desaparecidas que Jessica “encontra”, mas, o que ela não sabe, é que ele não quer ser encontrado. Gostei dele também.

Os capítulos são curtos e a escrita bem leve, sem termos complicados nem nada. O final é aberto, o que me deixou um pouco curiosa para saber o que acontece (mas não tanto para querer comprar o livro imediatamente).
Recomendo para quem gosta de YA Books, acho que Meg Cabot é uma das principais (e melhores) autoras do gênero. Pretendo ler os próximos livros, apesar de não sentir aquele impulso imediato de comprar o segundo volume.  Nota 8, um bom livro.

***
Gosta de Meg Cabot? Já leu esse livro? Comente! 


"My work always tried to unite the true with the beautiful; but when I had to choose one or the other, I usually chose the beautiful." -- Hermann Weyl Miss Carbono que é o numero 6 na tabela periodica

3 comentários

Write comentários
Sara
AUTHOR
16 de março de 2012 07:32 delete

Citando Spider Man na resenha?! FANTÁSTICO! :)
O livro parece bem legal Carbono.
Eu ♥ YA Books.
Já li alguns livros da Princesa, são hilários! Não fiquei louca querendo ler as sequências, mas são ótimos livros. Meg Cabot tem um estilo super bacana, você precisa ler Insaciável, é muito bom.

Reply
avatar
Thaís Varine
AUTHOR
17 de março de 2012 15:19 delete

Eu tenho esse livro aqui comigo há muitooooooo tempo, mas parece que vai demorar ainda um pouco pra ler, apesar de ter poucas páginas.

Beijos

Reply
avatar
18 de março de 2012 18:42 delete

Ainda não li esse livro
Mas tenho muita vontade de ler, amo a autora e os livros dela sempre me chamam bastante atenção

Beijos
@pocketlibro
http://pocketlibro.blogspot.com

Reply
avatar


Olá, seja bem-vindo!

Pode falar o que quiser do filme, livro ou texto - só peço que tome cuidado para não ofender os outros leitores do blog. Nada contra palavrões mas também não vamos exagerar, ok?

Obrigada!