Filme: A dama de Ferro (Resenha) #Oscar2012.

sexta-feira, fevereiro 24, 2012 2 Comments A+ a-

            A Dama de Ferro faz parte da lista de filmes indicados ao Oscar 2012.


           Margaret Thatcher foi a primeira mulher a dirigir uma democracia moderna, no mundo Ocidental. Em 1979 se tornou Primeira-Ministra do Reino Unido, onde governou até 1990. 
            Mas esse filme não é só Margaret Thatcher, a política com ações anti-populares para conter a inflação. Pelo menos não de todo. O filme fala sobre a mulher por trás da política, em um momento delicado: A antiga primeira ministra está ficando demente, esquecendo seu passado glorioso. Ironicamente, é através dessa mulher que está começando a esquecer que vemos sua história. 


             O roteiro é bem sensível, basicamente composto de alguns flashbacks que Tatcher tem enquanto está confinada em sua casa. Confinada é a palavra correta, uma vez que a "Dama de Ferro" não pode sair sequer para comprar leite. A casa está repleta de seguranças na parte externa e há uma enfermeira em prontidão para ajudá-la sempre que necessário. 
            A trilha sonora, composta principalmente de música clássica (punk somente quando mostra as revoltas da população para com ela) combina perfeitamente com todo o filme, que flui perfeitamente ao longo de suas 1h45 minutos de duração. O final é extremamente melancólico e, com "Ave Maria" de Bach  (ou alguma música muito similar a essa) confesso que fiquei com lágrimas nos olhos. 


            Mas esse seria apenas mais um bom filme não fosse pelo fator Meryl Streep. Nos primeiros 5 minutos de Dama de Ferro você já percebe que essa mulher é a melhor atriz dos nossos tempos mas Meryl dá um show de atuação, superando até mesmo algumas de suas atuações passadas. Ela passa da 'política desafinada' que Tatcher era, antes de receber consultoria, para a líder política, em seguida à mulher arqueada pela idade, tudo isso de uma cena para a outra. Está irreconhecível na versão mais velha de Tatcher mas, quando você pensa em outra atriz que representasse com mais perfeição esse momento, não consegue. Somente Meryl Streep conseguiria dar, ao mesmo tempo, a vulnerabilidade e a postura rígida de uma mulher que um dia ficou no poder, que a Dama de Ferro tem em sua ultima fase.  




             Indico para quem quer ver uma atuação digna de Oscar. No final, graças ao roteiro mas, principalmente, à atuação, você até tem uma certa simpatia por essa figura polêmica. Afinal, tudo o que ela fez foi querer mudar seu país. Uma mulher a frente de seu tempo que, agora mais velha, está começando a esquecer, a enferrujar. Nota 8 para o filme, pois é um bom filme. Nota 10 para atuação de Meryl Streep.




O Oscar está quase chegando! Já tem seus palpites para as principais categorias? Comente - faça uma blogueira feliz! 

"My work always tried to unite the true with the beautiful; but when I had to choose one or the other, I usually chose the beautiful." -- Hermann Weyl Miss Carbono que é o numero 6 na tabela periodica

2 comentários

Write comentários
25 de fevereiro de 2012 15:38 delete

Vou assitir daqui a pouco, vamos ver se é bom, pelo trailer adorei a Meryl Streep, estou bem ansioso... :>

Passa lá no Simbolista também:
http://www.osimbolista.blogspot.com

Reply
avatar
Anônimo
AUTHOR
7 de dezembro de 2012 07:02 delete

Pois estou assistindo este filme na escola....
Nossa e é muitoo boom mesmo, qem nao viu ainda ta a dica, assiti pq é otimo.
Beijoos

Reply
avatar


Olá, seja bem-vindo!

Pode falar o que quiser do filme, livro ou texto - só peço que tome cuidado para não ofender os outros leitores do blog. Nada contra palavrões mas também não vamos exagerar, ok?

Obrigada!