Amor Vampiro - Charlotte Lamb

segunda-feira, novembro 14, 2011 1 Comments A+ a-


           


  A corretora Clare Summer percebeu, assim que viu Denzil Black pela primeira vez, de que aquele era um homem diferente dos outros. Seu ar misterioso e seus olhos penetrantes fascinavam, ao mesmo tempo em que repeliam Clare. Ela lhe mostrou uma mansão com fama de mal assombrada e, depois disso, voltaram a se encontrar o que fez com que Clare percebesse o que ele realmente era...



PONTOS FORTES.
 Charlotte Lamb. Essa é uma autora que eu conheci há alguns anos, numa fase em que só lia “Florzinhas” (aqueles romances de bancas mais antigos) e que me cativou. Os personagens da Charlotte são meio malucos, sentem um amor tão forte um pelo outro que beira a obsessão, misturando discussões acaloradas com beijos ardentes. É o amor à lá Charlotte Lamb: As histórias dela podem estar recheadas de clichê mas esse amor maluco entre os personagens é só dela e, apesar de me fazer querer analisar as saúde mental dos personagens, é sempre divertido ler.
Depois de um tempo sem ler Charlotte Lamb, voltar a reconhecer esses personagens malucos, dessa vez a fria Claire e o instável e misterioso Denzil foi um prazer. Como se estivesse lendo o livro pela primeira vez.

PONTO FRACO.
Pois é, já tinha lido esse livro. Mas, quando li a sinopse não me lembrei, ou nem li direito por que li a palavra “vampiro” e “Charlotte Lamb” e tive certeza de que nunca li nada assim.
Só fui perceber no meio da história que já tinha livro. No mesmo momento me dei conta de que cai (de novo) em uma “pegadinha do malandro”. Acontece que, apesar do livro se chamar “Amante Vampiro” e existir durante todo o tempo aquela insinuação de que o mocinho seja mesmo um ser sobrenatural, a verdade é que ele não é. Isso ai, é só um mocinho comum.

Nem liguei muito para esse fato desta vez mas me lembro que, na primeira vez que li esse livro, xinguei muito quando descobri. Naquela época (5, 6 anos atrás) não era tão fácil quanto é hoje encontrar bons romances com vampiros e “descobrir” um para depois ver que não era nada daquilo me deixou muito irritada.

CONCLUSÃO.
Não é o melhor livro da autora, é meio parado e senti falta de mais envolvimento entre o casal - uns beijos roubados ao longo da história não teriam feito mal. Mas foi bom ler de novo algo da autora e aquele final me deixou tão pasma que acho que valeu a pena a leitura (a mocinha pira. Só vou dizer isso). No geral é um livro razoável – nota 7.

TRECHO DO LIVRO.
O trecho que eu queria colocar é muuuito spoiler, então deixa para a próxima.

p.s: Clare “Verão” e Denzil “Negro”? E se a mocinha casar com elevai se tornar a sra. “Verão Negro”? WTF?!


Tá ai o post de hoje, pessoal! O que acham de quando uns livros tem nomes que "enganam" os leitores? Já leram algum que tinha titula mas cuja história não tinha nada a ver? Comentem!

"My work always tried to unite the true with the beautiful; but when I had to choose one or the other, I usually chose the beautiful." -- Hermann Weyl Miss Carbono que é o numero 6 na tabela periodica

1 comentários:

Write comentários
14 de novembro de 2011 19:55 delete

Esse livro me parece ser muito bom
Daqueles que a gnt devora sem perceber
Vou anotar

Participe!
http://migre.me/695u1

Beijos
http://pocketlibro.blogspot.com

Reply
avatar


Olá, seja bem-vindo!

Pode falar o que quiser do filme, livro ou texto - só peço que tome cuidado para não ofender os outros leitores do blog. Nada contra palavrões mas também não vamos exagerar, ok?

Obrigada!