(Fallen Angels) Cobiça – J.R. Ward

segunda-feira, agosto 15, 2011 9 Comments A+ a-

                                                                                                                            
                                                                                                            

           Jim Heron é um ex-soldado das forces especiais. Vive de uma cidade a outra e tudo o que tem que pode chamar de seus é sua caminhonete e sua Harley, mas no momento está em Cadwell, Nova York, trabalhando na construção de uma casa gigantesca. Seu patrão, Vincent DiPietro, aparece regularmente a construção e não é a pessoa que Jim mais gosta no mundo, já que parece querer colocar defeito em tudo.
            Mas então Jim sofre um acidente e dá de cara com quatro caras ingleses, que afirmam ser anjos e que dizem que ele, Jim, foi escolhido como decisor de uma luta que já dura milênios: A  luta entre céu e inferno. Jim tem que salvar 7 pessoas que estão consumidas por cada um dos 7 pecados capitais e foi aceito pelos 2 lados por ter quantidades iguais de maldade e bondade. Então Jim poderia agir tanto para salvar quanto para destruir essas almas: Os anjos contavam que ele as salvasse claro.

            Esse é o primeiro volume da série Fallen Angels de J.R.Ward, a mesma autora que criou a Irmandade da Adaga Negra. Adivinhe quem é a primeira alma que Jim deve salvar? Justo a de seu chefe, Vin DiPietro. Vin está prestes a pedir sua namorada Devina em casamento, mas então conhece Marie-Terese, uma mulher com um passado triste e um filho a tiracolo.
            Vin e Marie-Terese, em um primeiro momento, não tem muita coisa em comum: Ele é multimilionário e ela trabalha na profissão mais antiga do mundo. Caso alguém ainda esteja em dúvida: Marie-Terese é garota de programa.

            Comprei esse livro mais por causa da autora mesmo, por que não sou muito chegada nessas histórias que envolvem anjos e demônios. Queria ver se a autora era tão boa quanto se mostrava na série da Irmandade ou se a primeira série fez sucesso por sorte.
            As primeiras 90 ou 100 páginas foram lidas no sacrifício: Só não abandonei o livro por que sou brasileira e não desisto nunca sou teimosa, pois o começo do livro é super parado, confuso e cheio de explicações que são, na melhor das hipóteses, cansativas.  J.R. Ward é uma escritora que normalmente usa bastante analogias mas nesse comecinho de Fallen Angels chegou a irritar (principalmente o primeiro capítulo).

            Mas então começa a história, Vin conhece Marie-Terese e a tudo passou a transcorrer melhor. Pessoalmente, a profissão de Marie-Terese não me incomodou muito, meu filme romântico favorito é “Uma linda mulher”, mas foi um risco que a autora correu: O assunto é muito polêmico e pode incomodar alguns leitores (se você for um desses leitores passe longe desse livro).
            Falando em “Uma linda mulher”, o livro faz referência a esse filme a vários outros, assim como a músicas e obras de arte. Também são positivas as referências a personagens da “Irmandade”, como se em Cadwell você cruzasse com um irmão a qualquer momento (vamos pra Caldwell, galera!), aproxima os leitores da “Irmandade”.

Eu vou, eu vou pra Caldwell agora eu vou... ♫ 

            Esse artifício não teria sido necessário se Ward tivesse criado personagens um pouquinho mais carismáticos em ‘Cobiça’, mas tudo bem: Não é todo dia que se cria um Zsadist ou um Rhage, não é?

            Aos trancos e barrancos a história foi se desenvolvendo e, na maioria das vezes, foi bem interessante. Se você curte histórias com temas sobrenaturais, prepare-se para esse final, você vai precisar de toda a sua compreensão para aceitar a farofa que a autora criou: Lembre-se de que é uma história de ficção então tudo pode acontecer (sem mais comentários para não soltar spoiler). Mas eu me perguntei se Ward não estava assistindo muito “Supernatural” quando escreveu esse livro.

            Apesar dos pesares, indico para os que curtem histórias com o tema sobrenatural. A série é razoável e, ao que tudo indica, vai ter 7 livros, todos com uma pitada de sobrenatural e romance. Minha nota é 7,5 – é um livro razoável. O meio ponto foi por que, mesmo com tantos aspectos negativos, ainda pretendo comprar o próximo livro. Depois conto para vocês. 

"My work always tried to unite the true with the beautiful; but when I had to choose one or the other, I usually chose the beautiful." -- Hermann Weyl Miss Carbono que é o numero 6 na tabela periodica

9 comentários

Write comentários
Julia G
AUTHOR
15 de agosto de 2011 09:45 delete

Mesmo parecendo um pouco confuso e com partes meio "nada a ver", ainda tenho curiosidade de ler o livro. Se você quer a continuação, com certeza não é tão ruim.

Beijos

Reply
avatar
15 de agosto de 2011 13:48 delete

Fiquei curioso pelo livro, não está na minha lista dos mais urgentes que quero, mas quem sabe, também não li nenhum de IAN, mas quem sabe no futuro...(tô brincando), adorei a resenha, vamos pegar um jatinho e ir para Caldwell(fui digitar e escrevi Candwell), tudo de bom!Passa lá no Simbolista!

http://www.osimbolista.blogspot.com

Reply
avatar
*Sa*
AUTHOR
15 de agosto de 2011 14:02 delete

Eu gostei da sinopse... achei interessante e cheguei a rir quando você falou no final da série Supernatural, porque na premissa eu lembrei da série! =)

Agora... com relação as partes negativas... é realmente tenso quando a leitura no início é parada... =/ realmente é preciso ser brasileira nessas horas. kkk

Bem, estou de volta na medida do possível na internet... rs

Reply
avatar
15 de agosto de 2011 22:16 delete

Eu não estou muito interessada nesse livro, quem sabe mais adiante desperte á vontade de lê-lo.

Beijos

Reply
avatar
16 de agosto de 2011 05:16 delete

Sinceramente, esse é um livro que eu não leria. O tema não me agradou.
Sua resenha está ótima! Parabéns!

Reply
avatar
Teorias de Gi
AUTHOR
16 de agosto de 2011 05:43 delete

Nossa salvar o chefe como primeira missão, o nome da moça a entrega kkkkkkkkkkkkk...mas naum me chamou muito a atenção a história eolha q eu gosto deste tipo de historia...boa semana, beijussss...

Reply
avatar
Marcelo Lima
AUTHOR
16 de agosto de 2011 16:01 delete

QUERO LER ! Sua resenha ficou otima ")

Reply
avatar
Raissa Debora
AUTHOR
18 de agosto de 2011 07:00 delete

qd fala Fallen eu ja me assusto lembrando do livro Fallen, que eu odiei e traumatizei.
Sério acho que nao qr nem ler esse so pelo nome ><
apesar da tua resenha ser tentadora :)
bju
letracomasa.blogspot.com

Reply
avatar
Fabi!!
AUTHOR
20 de agosto de 2011 13:02 delete

Faz um tempo eu tô de olho nesse livro. Ainda não comprei poque os Adagas vem na frente, às vezes mesmo eu não gostando muito continuo a série!!! Gostei da resenha!!! Agora fiquei curiosa!! Bjos Fabi!!

Reply
avatar


Olá, seja bem-vindo!

Pode falar o que quiser do filme, livro ou texto - só peço que tome cuidado para não ofender os outros leitores do blog. Nada contra palavrões mas também não vamos exagerar, ok?

Obrigada!