[Resenha] Cativa - Penny Jordan

sexta-feira, fevereiro 18, 2011 12 Comments A+ a-

Felicia está noiva de Faisal, um jovem árabe, herdeiro de uma grande fortuna. Apesar de se conhecerem a pouco tempo, ele logo se apaixona por ela e Felícia acredita sentir o mesmo.
Capa do livro
Mas Faisal é mandado para longe de Londres por seu odioso tio que não aceita o casamento e, pior, ameaça deserda-lo. Rashid, tio de Faisal, ainda insiste para que Felicia vá para o Kuwait, lar da familia, onde poderá conviver com os costumes diferentes que terá de enfrentar caso se case mesmo com o sobrinho.
            Assim que chega ao Kuwaiit, Felicia logo encontra em Rashid um inimigo poderoso. O que ela não esperava porem é que o homem fosse tão jovem. E que uma inesperada atração surgisse...
            Cativa é narrado inteiro sob o ponto de vista de Felicia, que tem um imenso complexo de inferioridade. É como se ela fosse alheia a sua beleza e se sentisse uma fracassada, tudo por causa de uma rejeição que um dia sofreu pelo tio.


            Ai aparece Rashid, um homem arrogante, frio, implacavel e preconceituoso*. E tio de Faisal, o noivo. Ele trata Felicia tão mal, a todo tempo acusando-a de ser uma vagabunda, uma oportunista etc. que ela acaba... (complete a frase.)

( a ) Mandando-o para PQP indo embora do tal pais.
( b ) Virando mesmo uma vagabunda, que sai a noite para seduzir todo homem que conseguir.
( c ) Se apaixonando!


            Quem respondeu a letra “c” vai ganhar uma estrelinha, por que é exatamente isso o  que acontece. O que vemos é Felicia completamente apaixonada, desesperada pelo amor dele com a mesma força com que um dia desejou o amor do tio. Quanto a Faisal, o noivo... Bem, ela nunca havia sido apaixonada por ele e Faisal, apesar de nas primeiras paginas parecer gostar dela, acaba desistindo do casamento, sob um pretexto esdrúxulo.

            Voltando ao casal principal, Rashid e Felicia, eles passam o livro inteiro se alfinetando, discutindo, se beijando. Não me lembro de nenhum dialogo entre eles que não terminasse em briga (ou em beijo). Não vou ser hipocrita, eu adoro romances e amo quando os casais não se entendem. Acho muito mais divertido um casal que discute a metade do livro do que outro que passa a metade do livro já dizendo eu te amo. Quanto mais os mocinhos demorarem para descobrir que se amam, pra mim, melhor.

            Mas, nesse caso não colou. Pode ser besteira minha mas uma mocinha que cai em prantos TODA VEZ que é beijada pelo mocinho não parece lá muito apaixonada. Na verdade é irritante, dá a impressão de que ela está prestes a ser estuprada. E fica dificil acreditar que ela se apaixona por ele.

            Se Felicia fosse uma “CATIVA” de verdade (ela não é) eu diria que sofre da sindrome de Estolcomo. Por que só assim para explicar o chororo numa página e a paixão ardente que ela passa a sentir na outra.
            Aos fãs desse livro, eu peço até desculpas. Deve ser meu momento astrologico, ou eu estar esperando outra coisa. Esse livro me lembrou muito aqueles “Florzinhas” de antigamente, onde as mocinhas amam ao mesmo tempo que odeiam e há uma tensão quanto a isso o tempo todo. Eu estava esperando uma história mais moderna de sheiks e talvez por isso tenha estranhado tanto. 
           Se tivesse pego esse livro no fundo de um sebo, com uma florzinha (ou um coração) em cima e uma foto antiga na capa, talvez estivesse dizendo que adorei a história. Maluquice minha, mas a verdade.
            Nota: 7,0.



*Chamei Rashid de preconceituoso sim. Apesar de ser cristão o homem tem algo de árabe nas veias e nem sei se assim eu explico essa obsessão dele por virgindade. Segundo ele, qualquer mulher que não seja virgem, perde o valor (pelo menos foi isso que eu percebi, não que ele tenha dito diretamente). Na verdade, todos os personagens do livro (que falaram sobre o assunto) tinham a mesma opinião. Penny Jordam passou a mensagem, obrigada.



E você leitora (o)? Já leu o livro? Concorda com a opinião sobre ou acha que a autora dessa resenha precisa de uma camisa de força? (rs). Participe! 


p.s: Novo twitter do blog. 

"My work always tried to unite the true with the beautiful; but when I had to choose one or the other, I usually chose the beautiful." -- Hermann Weyl Miss Carbono que é o numero 6 na tabela periodica

12 comentários

Write comentários
18 de fevereiro de 2011 07:36 delete

Adorei! Ri muito com o post.

Também não tenho paciência com esse tipo de mocinha (apesar de amar os mocinhos rabugentos). Ainda não dei sorte com os livros de Penny Jordan. Já li dois e ambos não me "cativaram" rs.

Se quer ler um bom livro com um sheik de arrancar suspiros, tem uma série da Diana Palmer que aborda o assunto... Não lembro o nome, rs. #Sorry

Bjs
www.fernandameireles.com

Reply
avatar
Kate
AUTHOR
18 de fevereiro de 2011 08:01 delete

Esse livro me pareceu ser um pouco chatinho, n acho q seja mto meu estilo...

http://conversandocomdragoes.blogspot.com/

Reply
avatar
Nana
AUTHOR
18 de fevereiro de 2011 09:33 delete

Nossa já lendo a resenha não curti...não curto esse estilo de livro com gente submissa.
Sei lá eu posso até curtir um pouco aquela coisa de amor e ódio mas se apaixonar que a xinga desse jeito...aff. sai fora.!

HAHAHA somos duas ok eu acabo torcendo para o amigo também eles acabam sendo os mais fofos. Mas fazer o que?

Amore estou te seguindo :)

Reply
avatar
Tiffannyk
AUTHOR
18 de fevereiro de 2011 10:11 delete

Adoro a Penny e adoro livro de Sheiks, mas eu sempre pulei categóricamente esse livro já pela sinopse, e essa resenha me mostrou exatamente o que eu pensava, um chove não molha infinito kapaksoa

Também adoro mocinhos que brigam o tempo todo, é mágico quando eles descobrem o amor.

Reply
avatar
Clícia Godoy
AUTHOR
18 de fevereiro de 2011 14:58 delete

Ah!

Não sei se gosto muito de mocinhas submissas!
Mas...já os mocinhos!

Hehhe!

Bjo
Clícia Godoy
http://silencioqueeutolendo.blogspot.com/

Reply
avatar
19 de fevereiro de 2011 02:12 delete

Adorei a resenha! Me parece ser um livro muito bom mesmo.. a capa pelo menos é maravilhosa! Adorei a história do livro *-*
Beijos
Carol {SobreUmLivro}

Reply
avatar
Nanda
AUTHOR
19 de fevereiro de 2011 06:41 delete

Ei Miss,

Legal a resenha mas não é meu estilo não, acho que eu ia morrer de odio da mocinha rsrs

bjoo

Reply
avatar
Leeh
AUTHOR
19 de fevereiro de 2011 13:53 delete

Jura mesmo que ela se apaixonou? HAHAHAHHA meu deeeeus!
Não é um dos meus temas favoritos, mas eu adoro ter tipo um 'desafio' para ler :P Quem sabe eu não leia?

xx

Reply
avatar
Tatha
AUTHOR
20 de fevereiro de 2011 08:46 delete

Oláá!
Parece um livro bom, embora eu não goste de mocinhas com depressão. Leria por causa do vilão, adoro vilões arrogantes, sempre acho que tem uma personalidade diferente por trás...
xoxo

Reply
avatar
Aline Jones
AUTHOR
20 de fevereiro de 2011 09:20 delete

Ela se apaixona por ele? Argh. Tem umas moçinhas que me irritam... kkk
Aliás, não tinha visto falar sobre esse livro ainda, mas parece legal.
Adorei a resenha, parabéns.

xoxo www.lookinsideyourmind.blogspot.com

Reply
avatar
Lu
AUTHOR
21 de fevereiro de 2011 04:49 delete

eu já li muitos livros da Penny, mas esse.

A história não me interessou muito, eu gosto de sheiks, mas essa história tem cara de ser chatinha para o meu gosto. ^^

beijos.

Reply
avatar
12 de outubro de 2011 17:30 delete

Oi! Eu estava querendo ler um livro em que o casal brigasse o tempo todo, e no final ficassem juntos, alguém sabe de algo assim?

E que eu estou escrevendo um livro e num saco muito de romance.

Reply
avatar


Olá, seja bem-vindo!

Pode falar o que quiser do filme, livro ou texto - só peço que tome cuidado para não ofender os outros leitores do blog. Nada contra palavrões mas também não vamos exagerar, ok?

Obrigada!