A menina que brincava com fogo - Stieg Larsson (resenha)

segunda-feira, fevereiro 21, 2011 22 Comments A+ a-

Segundo livro da trilogia Millenium. Logo percebi que eram mais paginas. Pensei: Ótimo. Por que é praticamente impossível sair mais algum livro depois do terceiro. Só se o falecido autor deixou algum manuscrito secreto ou se ele resolver mandar tudo por psicografia. Mas, apesar de alguns rumores da primeira situação, ainda acho difícil.
Mais uma capa linda dessa trilogia.
Então o livro tem 607 páginas. E esse é um numero bastante alto, a maioria das pessoas faz careta quando vê um livro desse tamanho. (o bibliotecário me chamou de corajosa).
Mas quem já leu grandes clássico e biografias com mais de mil páginas ou até mesmo “Harry Potter e a Ordem da Fênix” com 702 paginas sabe que isso é pouco relevante. O que importa mesmo é o conteúdo, a história.

E, nesse caso, vale completamente a pena ler cada uma das 607 paginas. Na verdade, no final do livro, tive vontade de começar a ler de novo (de fato, li a ultima pagina inteira de novo). Por que o livro faz sua cabeça dar voltas e mais voltas. São tantos mistérios, tantos por quês... Seria Lisbeth Salander, a hacker, pugilista e gênia da matemática protagonista da história, a culpada pelos triplos assassinatos? Ou será que ela é mais uma vitima da situação?

Por que, se tem uma coisa que “Os homens que não amavam as mulheres” me ensinou foi a sempre desconfiar das situações óbvias. E da policia. E dos homens que não amavam mulheres. E dos sujeitos grandalhões. E dos ricaços. E dos...
Já deu pra perceber que eu fico imensamente paranóica quando leio os livros de Stieg Larsson. Ele narra tantas conspirações e de maneira tão racional que chega a fazer sentido. Você se vê pensando como ele, embora nunca consiga completar o mistério sozinha.
Modéstia a parte, depois que comecei a ficar paranóica da mesma maneira que o autor, consegui pegar alguns mistérios no ar, através de detalhes ao longo das paginas. Mas, mesmo tendo esse noção básica do que ia acontecer, o final foi... Emocionante, embora essa palavra seja muito fraca para descrever meu desespero com as ultimas paginas. Dessa vez não havia assistido ao filme, então tudo era angustiante. Será que vai dar tudo certo?, eu me perguntava.
É óbvio que não vou responder a pergunta. Deixo ela no ar.

Quanto aos personagens, o que posso dizer? Acho que Lisbeth Salander é um dos melhores personagens que já vi, tamanha a complexidade dessa sujeita de 1,50. Mikael Blomkvist, com seu jeito de super-herói, acaba se tornando uma sombra dessa anti-heroina tão diferente. Embora não possa imaginar a série sem o charme e a tenacidade de Blomkvist, é Salander quem rouba a cena.

Prova disso é um trecho do livro em que Lisbeth desaparece. A ausência dela é uma coisa palpável na história, é um silencio perturbador, que aumenta o clima de suspense da série.
Comparando com “Os homens que não amavam...” com “A menina que brincava com fogo”, que se passa dois anos depois do primeiro livro, da pra perceber uma certa maturidade nos personagens, uma sutil evolução. Lisbeth está mais suave, mais sociável. Blomkvist mais sério e sisudo. É como se um tivesse pegado algo do outro durante o tempo em que estiveram juntos o que é ótimo, pois dá pra perceber o quanto essa dupla de “investigadores” se completa.

Mas pra quem pensa que o livro não tem nada de errado, devo abrir um parêntese aqui. O ponto fraco desse segundo livro, ainda comparando com o primeiro, é a tradução. O primeiro livro foi traduzido por Paulo Neves e o segundo por Dorothé de Bruchard. Isso pra mim é o mesmo de dizer que o primeiro livro foi escrito por uma pessoa e o segundo por outra (sim, levo a tradução a sério). Não gostei da tradução de Bruchard, achei que faltou um pouco da cadência do primeiro, da adaptação das palavras. Faltou também conhecimento prévio da obra, já que palavras traduzidas no primeiro livro, ficaram sem tradução no segundo. O resultado fica, no mínimo, desconfortável.
Não estou dizendo que ela fez uma tradução ruim. Na verdade me faltam conhecimentos para fazer tal afirmação. A questão é que prefiro a primeira tradução pois já estava acostumada com ela. Apenas isso.

Considerando todos esses aspectos, ainda assim gostei do livro. Sim, a história só emplacou depois da pagina 200 e sim Lisbeth e Mikael simplesmente não se encontram durante o livro inteiro. Quem esperava que nesse livro eles voltassem a ser um casal com certeza caiu do cavalo. Eu esperava (e vou ler o ultimo livro ainda com essa esperança).

Embora não considere esse livro meu preferido como é o primeiro dessa série, ainda dou nota 10. Apesar dos pesares, o livro tem situações de tirar o fôlego e fazer o leitor cair da cadeira (ou da cama). 
Uma dessas situações é o final. Lembra, o que comentei quase no inicio dessa postagem? Realmente não posso dar spoiller mas termino o post com uma frase da própria Lisbeth Salander.
“Não existem inocentes. Só existem diferentes graus de responsabilidade”.
           
É cínico mas faz sentido.

E vocês leitores? Já leram essa série? O que acharam da resenha? Aceito opiniões sinceras, mesmo que sejam negativas. =)

"My work always tried to unite the true with the beautiful; but when I had to choose one or the other, I usually chose the beautiful." -- Hermann Weyl Miss Carbono que é o numero 6 na tabela periodica

22 comentários

Write comentários
Clícia Godoy
AUTHOR
21 de fevereiro de 2011 07:55 delete

Eu simplesmente sou apaixonada por essa série.
Li ela em 1 semana!

Não vejo a hora de Hollywood adaptar pro cinema!
#fATO!

Já assistiu a versão Sueca? Super fiel.

Reply
avatar
Kate
AUTHOR
21 de fevereiro de 2011 08:45 delete

Estou louca para ler mas ainda naum deu...

http://conversandocomdragoes.blogspot.com/

Reply
avatar
21 de fevereiro de 2011 11:11 delete

sim,depois postarei aresenha.
bjoss
Alef

Reply
avatar
Leeh
AUTHOR
21 de fevereiro de 2011 13:43 delete

Olha... há anos eu vejo essa série nas livrarias, até chego a pegar na mão pra comprar, mas nunca compro... Gostei da resenha.. Quem sabe ta na hora de tomar vergonha na cara e comprar e ler, né? HAHAHA

xx

Reply
avatar
vanessa
AUTHOR
21 de fevereiro de 2011 14:09 delete

Ainda não tive a oportunidade de ler essa série e apesar de parecer ser bacana, acho que não leria. Sei lá :S Adorei a resenha.

Beijos, Vanessa
This Adorable Thing

Reply
avatar
21 de fevereiro de 2011 14:55 delete

Menina, você resenha maravilhosamente bem! Eu não tinha a MENOR vontade de ler essa série antes de ler suas resenhas. Agora estou MEGA ansiosa, acredita?

Tenho certeza que vou gostar tanto quanto vc.

Beijos *-*
Nanda
www.fernandameireles.com

Reply
avatar
Layo Silva
AUTHOR
21 de fevereiro de 2011 14:56 delete

nunca li o livro , mais ja vi muitos elogios sobre ele a e obrigado por participa do blog


Abraço Layo Silva

blogueiroleitor.blogspot.com

Reply
avatar
21 de fevereiro de 2011 16:40 delete

Não li a resenha. Admito >< Não quer ver spoiler, pois só tive tempo de ler o primeiro livro que entrou fácil, fácil nos meus favoritos, e logo em seguida o primeiro filme. Por enquanto não quero ler nada relacionado a essa série x.x Por que eu sei que não vou parar quieta e furar a fila de livros! SUDHSKUD

Beijos, World of Carol Espilotro

Reply
avatar
21 de fevereiro de 2011 19:52 delete

Eu sou louca pra ler essa série *-*
Nem li a resenha pq como não li o primeiro livro ainda fiquei com medo de pegar algum spoiler =/
Mas a questão das páginas é irrelevante quando o livro é bom, quando a gente perceb já leu e parece que era super pequeno HAUSHUA
Bjo

Reply
avatar
21 de fevereiro de 2011 21:45 delete

Oie flor, obrigada por visitar lá o meu cantinho:

Então essa é a lista dos livros da Esse livro faz parte da saga Cynster. A Verdade sobre o Amor.
Uma pena que no Brasil não lançaram todos os outros livros .

Beijos

Reply
avatar
22 de fevereiro de 2011 04:50 delete

olá
adorei seu blog e estou seguindo
me segue de volta?
www.amorimortall.blogspot.com
beijos

Reply
avatar
Lu
AUTHOR
22 de fevereiro de 2011 05:24 delete

aii, sou doida para comprar essa trilogia, parece ser maravilhosa.
ainda compro. ^^

Reply
avatar
Nanda
AUTHOR
22 de fevereiro de 2011 05:56 delete

Ei Miss

Eu amo esta trilogia, da mesmo vontade de terminar e ler de novo. Até hoje não me conformo que o autor tenha morrido, o projeto dele era de 10 livros.

bjoo

Reply
avatar
22 de fevereiro de 2011 07:27 delete

Ual! Agora vc me deixou com bastante vontade de ler ein ! OMG! Me parece ser uma ótima trilogia e agora eu quero DDD:
Beijos
Carol {SobreUmLivro}

Reply
avatar
Tiffannyk
AUTHOR
22 de fevereiro de 2011 10:48 delete

Acho que já vi um pedaço do filme, mas nem sabia que era adaptação e nem sabia nada da história. Sua resenha me deixo curiosa demais.

Também sou paranóica com tradução, ainda mais séries que não são traduzidas pela mesma pessoa, fica meio estranho.

Reply
avatar
Daniele
AUTHOR
22 de fevereiro de 2011 15:20 delete

Retribuindo a visitinha... :) Fiquei intrigada para ler os livros

Beijos

http://chabiscoitoseumlivro.blogspot.com

Reply
avatar
Nana
AUTHOR
22 de fevereiro de 2011 16:01 delete

Ai ainda não li essa série e nem vi a adaptação.
Mas pela sua resenha eu me empolguei para ler.
Amo suspense, mistério..nossa sou apaixonada.
O livro começa depois do 200? Igual Eclipse kkkk [na minha opinião]
Livro com essa quantidade de página nem me assusta mais, o que importa é o conteúdo.
Se for bom vc vai ler e nem vai sentir passar haha
Acho que essas adaptações para o cinema é uma coisa que depende dos produtores...tem umas que são quase fieis e tem umas que é pra vender mesmo..
bjs

Nana
Obsession Valley

Reply
avatar
22 de fevereiro de 2011 21:00 delete

Ainda não li nenhum livro do autor, mas a maioria dos comentários que vejo a respeito dos mesmos são positivos. Assim que tive uma oportunidade quero ler essa trilogia.

beijos
Jéssica

Reply
avatar
24 de fevereiro de 2011 16:00 delete

Uau, adorei a resenha, ouvi falar muito bem desse livro, agora então... Tirei minhas dúvidas do quanto deve ser bom!

carolespilotro.blogspot.com

Reply
avatar
Erika Barreto
AUTHOR
19 de março de 2011 17:01 delete

Em geral não comento e não leio resenhas, mas gostei da sua =) Parabéns, escreveu bem pakas! Ainda estou no terceiro livro, mas espero que as próximas 400 páginas sejam surpreendentes. Praticamente estou lendos os 3 livros num fôlego só =) É impossível parar! Trilogia extremamente recomendada.

Reply
avatar
Anônimo
AUTHOR
12 de abril de 2012 12:00 delete

Também fico super paranoica quando leio o Larsson! Acabei o primeiro volume da trilogia hoje e estou super depressiva! Parabéns pela resenha!

Reply
avatar
Anônimo
AUTHOR
13 de março de 2014 09:50 delete

Lisbeth casa cmg

Reply
avatar


Olá, seja bem-vindo!

Pode falar o que quiser do filme, livro ou texto - só peço que tome cuidado para não ofender os outros leitores do blog. Nada contra palavrões mas também não vamos exagerar, ok?

Obrigada!