Aprendendo a amar – Diana Palmer.

sexta-feira, fevereiro 11, 2011 5 Comments A+ a-


Justin Ballenger não esperava que Shelby Jacobs, filha de um dos maiores magnatas de Jacobsville, retornasse para ele de joelhos após ter destruído seu coração seis anos atrás. Mas o amor tem razões que a própria razão desconhece... Justin está disposto a dar mais uma chance a Shelby, para finalmente tê-la perto dos olhos e do coração. Mas o poderoso cowboy não está preparado para enfrentar o segredo que sua amada esconde a todo custo... Um segredo que pode mudar a vida de Justin e Shelby para sempre.

                
             Mais um livro da série homens do Texas, uma série que eu não acompanho em sequência mas que já li vários livros. Essa parte em negrito ai em cima é o resumo do livro que fica na contracapa. Ainda me surpreendo como essas editoras conseguem fazer essas coisas: pegar elementos que tem na historia e transformar em algo completamente diferente.

                Explicando: Shelby realmente perde tudo. Mas NÃO retorna para Justin de joelhos. Na verdade é ele quem vai atrás dela. Justin ainda é apaixonado por ela, apesar de negar a te a morte, e propõe casamento, com uma desculpinha esfarrapada de “você precisa de um lugar para morar blá blá blá”. Ela, que ainda o ama, aceita, com a esperança de que ele possa perdoá-la por um erro do passado.

                Quanto ao segredo que ela guarda, bem, é uma baita segredo, mas não mudou a vida deles para sempre. A questão é: Justin sempre achou que ela não o desejasse por que a única vez em que ele tomou a iniciativa e a “agarrou”, Shelby entrou em pânico. Mas ela não fez isso por que desgostava dele e sim por medo. Medo muito bem justificado, se considerar que a moça tem hímen complacente.

            O problema é que os mocinhos desse livro são extremamente tímidos e reservados. Simplesmente não conseguem conversar um com o outro sobre sexo ou sobre sentimentos. Chega a ser bonitinho, a maneira como ambos não conseguem falar com o outro, ambos ficam extremamente envergonhados e enrubescidos.


Só que, mesmo sendo “bonitinho” é ai que começa o problema: Sendo ambos reservados, acabam não contando um ao outro coisas importantes. Isso acaba gerando uma insegurança em Justin e em Shelby também só que em menor escala. Resultado: Justin pira. Só pode ser essa a explicação. E a falta de dialogo deles passa a ser angustiante.

                Ainda bem que o final compensa a angustia. Diana Palmer tem esse dom: Por mais erros que os heróis cometem, há sempre uma redenção convincente. Isso aconteceu em todos os livros dela que eu li até hoje. O mocinho pode até errar mas sempre dá um jeito, faz a declaração e as mocinhas acabam perdoando. E as leitoras também, claro rs.


                Eu ainda não tenho opinião definida sobre essa autora, não sei se gosto dela ou não. Mas gostei do livro e minha nota é 9

"My work always tried to unite the true with the beautiful; but when I had to choose one or the other, I usually chose the beautiful." -- Hermann Weyl Miss Carbono que é o numero 6 na tabela periodica

5 comentários

Write comentários
11 de fevereiro de 2011 18:52 delete

Eu nunca tinha ouvido falar de nenhum livro dela!
Mas isso é bem chato neh?
Eles aumentam a pra ver se fica mais interessante...
Beijos

Reply
avatar
12 de fevereiro de 2011 05:28 delete

Oi!
Então, ainda não assisti O Discurso do Rei, mas gostaria muito de ver também. O que achou de Toy Story 3 ?
Ainda não tive a oportunidade de ver...

Abraços

H.C.C.Reis

Reply
avatar
αmαndα ツ
AUTHOR
12 de fevereiro de 2011 15:47 delete

Miss, indiquei você à um Meme literário que fiz. Se puder, você responde? http://migre.me/3RLfI
Beijo! (:

Reply
avatar
13 de fevereiro de 2011 05:57 delete

Adoorei a resenha! Não tinha ouvido falar deste livro, mas me parece muito bom mesmo! hehe'
Otima resenha ;P
Beijos
Carol {SobreUmLivro}

Reply
avatar
Nanda
AUTHOR
14 de fevereiro de 2011 05:38 delete

Ei Miss,

Não é muito meu estilo, mas o pessoal fala tão bem que ainda quero ler algo da autora.

P.S: Sobre o como ser solteira, inaugurei hoje uma seção nova no blog e a colunista fez uma crônica baseando no livro, da uma olhada depois ^^

bjoo

Reply
avatar


Olá, seja bem-vindo!

Pode falar o que quiser do filme, livro ou texto - só peço que tome cuidado para não ofender os outros leitores do blog. Nada contra palavrões mas também não vamos exagerar, ok?

Obrigada!