Livro Eu estou pensando em acabar com tudo - Iain Reid

sexta-feira, maio 19, 2017 0 Comments A+ a-

   

   Um casal viaja por uma estrada praticamente deserta. A moça pensa em terminar com tudo, com o relacionamento e começa a pensar sobre a vida, sobre os relacionamentos. Apesar de gostar de Jake e sentir com ele uma ligação única, ao mesmo tempo ela pensa em terminar pois não está completamente apaixonada. Ela aceitou fazer essa viagem para conhecer os pais de Jake mas está ciente de que será a última viagem que farão juntos. Depois ela irá terminar com tudo. 
   Comecei a assistir uma resenha desse livro mas logo parei pois um dos primeiros comentários do vídeo é o de que "quanto menos você souber sobre esse livro, melhor". Encontrei uma versão do livro em inglês, por meios não muito ortodoxos e comecei a ler imediatamente. 
   O livro é bem curto, os capítulos são bem rápidos de ler, apesar de serem cheio de ideias. As reflexões da personagem principal são interessantes mas, mais do que isso, há o interesse em saber o que raios está acontecendo e o que vai acontecer no final de tudo. 
   Apenas no final do livro é que ocorre algo que poderia ser chamado de "ação". O restante são diálogos, momentos e a sensação de que há alguma coisa muito, muito errada. Talvez seja esse o chamado suspense ou terror psicológico, gênero marcado pela subjetividade e pelos jogos mentais. Enquanto leitora, esse gênero sempre me atraiu.

   Entre a narração em primeira pessoa dessa protagonista sem nome, temos trechos em terceira pessoa, de pessoas comentando um crime horroroso que havia acontecido há pouco tempo. Está implícito que a narrativa da moça irá chegar até aquele momento sangrento mas não temos certeza de como isso irá ocorrer - sequer sabemos o que aconteceu de verdade, apenas que houve morte e não foi uma morte muito agradável. 
   Li a última metade do livro toda de uma única vez. Quando terminei, em inglês, tive que procurar uma versão em português do livro para ler o final todo novamente. Depois que fiz isso, vi que o problema não era meu inglês (realmente) débil mas sim a escrita propositalmente misteriosa do autor nesses últimos capítulos. A intenção era deixar um subtexto ali, uma dúvida sobre o que realmente aconteceu. A ideia geral dessa conclusão eu só entendi quando reli o final e li o primeiro capítulo de novo, em sequência. Agora (acho que) sei o que aconteceu de verdade, o que estava acontecendo desde a primeira vez em que a personagem principal pensou em acabar com tudo. 
    Sem mais detalhes para não estragar o livro para o que ficaram curiosos. Gostei muito da narrativa, na escrita do autor e da experiência de terminar um livro sem ter certeza se realmente o entendi. Mas acho que não é um livro para todos: se você não tem paciência para metáforas e alegorias nem comece esse livro. E se não gosta de tramas que se passam mais no interior dos personagens também é melhor ler outra coisa

   É muito difícil avaliar esse livro com alguma nota mais eu daria 8,5 - gostei daquilo que consegui entender. Esse é o primeiro livro de Iain Reid e pretendo ler mais do que ele publicar pois também gostei da forma com que ele narra a história, por isso o meio ponto. 


   

Nascida no interior de SP, formada em Publicidade e Propaganda, sempre gostou de dar palpites sobre filmes, séries, animes, livros e o que mais assistir/ler. Autora do Blog "Resenhas e Outras Cositas Más" (Miss Carbono) e "Coisas de Karol". No Twitter fala de política, séries e da vida (não necessariamente nessa ordem). Siga: @karolro


Olá, seja bem-vindo!

Pode falar o que quiser do filme, livro ou texto - só peço que tome cuidado para não ofender os outros leitores do blog. Nada contra palavrões mas também não vamos exagerar, ok?

Obrigada!