(Resenha) Confissões de um turista profissional - Kiko Nogueira.

sexta-feira, dezembro 09, 2011 3 Comments A+ a-

                 Imagine um livro que te interessa só de olhar o título – foi assim com “Confissões de um turista profissional”.  Bati o olho no título e já o coloquei no topo da minha lista de leitura.
                A capa do livro é colorida e atraente, o tema é daqueles de interesse geral: Um turista dá uma opinião realista dos lugares que visitou, desde companhias aéreas até os lugares e tipos de viajantes que aparecem em seu caminho. Como não gostar desse livro?

                Admito que quando li a sinopse imaginei algo mais específico. Esperava um guia de curiosidades de vários países, algo como “quando for à Argentina...” e uma dica simpática e bem humorada logo em seguida.
                Mas o livro é um pouco diferente disso. Uma reunião dos melhores textos da coluna escrita por Kiko Nogueira em algumas revistas de turismo (não vou lembrar o nome), os textos são quase crônicas, com uma opinião meio amalucada sobre assuntos desse “mundo das viagens”.  São crônicas sobre primeira classe de avião, por que não visitar a Mona Lisa no Louvre (uma das melhores), por que paulistas são turistas tão metidos como os americanos... Essas e outras pérolas no humor de Jota Pinto Fernandes, o pseudônimo do autor.
                É um livro bem curtinho, tem 94 páginas, sendo cada texto de uma pagina e meia, mais ou menos. O resultado é uma leitura rápida e descompromissada, que atende bem ao seu objetivo principal, que é o de entreter o leitor com a leitura das opiniões de Jota Pinto, ao mesmo tempo em que desperta uma leve reflexão sobre alguns dos temas polêmicos abordados.
                Mas quando eu falo de “leve reflexão” é bem leve mesmo. Aliás, leve como o próprio livro, que recomendo a todos que querem uma leitura para as férias – ou um bom presente para dar de “Amigo Secreto”.  ‘Confissões de um turista profissional” dificilmente será o livro favorito de alguém, mas também não será o mais odiado, o que o torna o presente perfeito. Nota 7,0 razoável.


Uma resenha curtinha para um livro curtinho. O que acharam? Querem ler "Confissões de um turista..."? Comente e faça uma blogueira feliz! =)

"My work always tried to unite the true with the beautiful; but when I had to choose one or the other, I usually chose the beautiful." -- Hermann Weyl Miss Carbono que é o numero 6 na tabela periodica

3 comentários

Write comentários
Kel Costa
AUTHOR
9 de dezembro de 2011 13:21 delete

Apesar de não ser muito fã de livros assim, como recebi da parceria, irei ler. Sua resenha me fez ter uma visão diferente do livro e pelo visto tb irei gostar =D

Bjs,
Kel
www.itcultura.com

Reply
avatar
10 de dezembro de 2011 09:28 delete

Adoro crônicas, é uma leitura rápida que geralmente te faz pensar. Uma delícia de se ler! Ando lendo dois nesse estilo: Borralheiro (Fabrício Carpinejar) e Feliz por nada! (Martha Medeiros). Me sinto renovada ao ler cada crônica, mas gosto de livrões pesados com histórias enormes também... Seu blog é uma delícia de se ler!!! =]
Parabéns, estou seguindo.
Beijos,
www.sabordebaunilha.blogspot.com

Reply
avatar
X Incógnitas
AUTHOR
18 de dezembro de 2011 14:58 delete

Já falei que eu amo autores Brasileiros, eles são os mias criativos e bem humorados.
Esse livro me pareceu uma boa pedida nas ferias, um momento pra relaxar e rir.
~indo pra lista de desejados~
Beijos, Parabéns pela resenha, muito boa.
Loren.

Reply
avatar


Olá, seja bem-vindo!

Pode falar o que quiser do filme, livro ou texto - só peço que tome cuidado para não ofender os outros leitores do blog. Nada contra palavrões mas também não vamos exagerar, ok?

Obrigada!