Resenha: O cometa do amor - Elizabeth Bevarly (#MaratonaDeBanca)

domingo, janeiro 06, 2013 1 Comments A+ a-

                                        

Tenha cuidado com seus desejos...Pena Rosemary Mach não ter seguido este conselho... por que, ainda adolescente, alimentando o desejo secreto de se vingar de Wills Random. Também nutrira outros desejos secretos com relação a ele... que pretendera realizar, se tivesse tido a oportunidade.Agora, passados treze anos, aquele homem atraente, irresistível... e intelectual batia à sua porta.E, enquanto Rosemary admirava o magnífico homem que Willis se tornar, jurou a si mesma que teria outra oportunidade com ele...E provaria que a vida não era só trabalho.Era calor, paixão, beijos e muitas outras coisas... mesmo que fosse a ultima coisa a fazer! - Sinopse retirada do Skoob 

          Na adolescência Rosemary e Willis viviam de praticar bullying um com o outro: Willys chamava Rosemary de desmiolada e cabeça de vento - já Rosemary caçoava da aparência nerd de Willis. Rosemary odiava tanto o garoto que chegou a desejar, durante a passagem de um cometa, que ele um dia tivesse "aquilo o que merecia".
           Treze anos depois ambos se reencontram e, para desespero de Rosemary, são obrigadas a morar juntos. Acontece que Willis está pesquisando sobre o tal cometa (que passa de tempos em tempos naquela mesma cidade) e a mãe da mocinha ofereceu a residência dela para hospedá-lo. 
           O que Rosemary não esperava era que Willis estivesse tão diferente: O garoto nerd de outrora agora era um homem inteligente e com uma aparência de atleta. Agora ela tinha que lutar não somente contra aquela atração que sentia contra ele como também com o complexo de inferioridade que sentia sempre que estava próxima de Willis. 
           O titulo do livro em inglês é Beauty and the brain ('A bela e o cerebro', alusão ao fato do mocinho ser mais inteligente que a mocinha ) e, só por isso, já dá para perceber qual será a temática do livro. Enquanto Rosemary busca esquecer o passado e tenta "ser legal" com o mocinho, Willys fica o tempo inteiro pensando que não pode se apaixonar por ela, já que Rosemary é intelectualmente inferior a ele. É claro que isso não o impede de desejá-la mas o mocinho acredita que isso se deve ao efeito da passagem do cometa sobre a Terra e não a alguma paixão que possa sentir sobre ela. 
             Willys é um personagem charmoso porém fiquei um pouco irritada com a arrogância dele em considerar somente alguém bom em 'ciências' (física, quimica etc.) como inteligente. Em vários momentos do livro ele deixa essa opinião a mostra, isso aliado com o preconceito que ele sente pela beleza de Rosemary - ele se recusa acreditar que ela possa ser inteligente, somente por ser bonita (e por não saber sobre ciências)
             Isso me fez antipatizar um pouco do mocinho mas Rosemary também não ajuda, passando uma imagem superficial durante quase todo o livro. Acho que a intenção da autora foi acentuar essas diferenças entre ambos e a forma como eles se apaixonam mesmo assim: Uma espécie de releitura para a "A Bela e a Fera", ao meu ver. 
             Mesmo com esses personagens um pouco irritantes, o livro não é ruim. Elizabeth Bevarly consegue colocar a atração entre os mocinhos pairando durante todo o livro, o que faz com que a leitura flua rapidamente. Além disso a história é bem divertida e, se não entrou para a minha lista de favoritos, ao menos proporcionou entretenimento. Nota 7 - um livro razoável. 

P.S.: Só eu acho um charme mocinhos que usam óculos? 

Para ler outras resenhas que escrevi para a Maratona de banca,clique aqui. 

"My work always tried to unite the true with the beautiful; but when I had to choose one or the other, I usually chose the beautiful." -- Hermann Weyl Miss Carbono que é o numero 6 na tabela periodica

1 comentários:

Write comentários
Sweet-Lemmon
AUTHOR
23 de janeiro de 2013 12:02 delete

Hum, a estória parece ser bonitinha mas confesso que já fiquei com um pouco de birra do mocinho! rsrsrs

bjs!

http://umaconversasobrelivros.blogspot.com.br/

Reply
avatar


Olá, seja bem-vindo!

Pode falar o que quiser do filme, livro ou texto - só peço que tome cuidado para não ofender os outros leitores do blog. Nada contra palavrões mas também não vamos exagerar, ok?

Obrigada!