Filme: O artista (resenha) #Oscar2012

domingo, fevereiro 19, 2012 7 Comments A+ a-



          O artista faz parte da lista de filmes indicados ao Oscar 2012.

            Sim, o filme é mudo. E também em preto e branco. Só isso me fez desgostar logo de cara por que, afinal, quem quer assistir a um filme mudo e preto-e-branco?

Porque quero assistir ao máximo de indicados desse ano, coloquei O artista no topo da minha lista. Se conseguisse assistir esse, pensei, assistiria a qualquer um dos indicados.
Sem dar muitas informações, o filme conta a história do astro do cinema mudo, George Valentim e seu encontro com a jovem Peppy Miller que é fã do astro e sonha em entrar para o cinema, a história dos dois se passa através da década de 20 e de 30, com a vida do personagem principal, Valentim, sofrendo altos e baixos.
Mas, acima de ser uma história sobre um casal, o filme é uma homenagem ao cinema. Vemos o cinema em seus primórdios, com suas evoluções ao longo das décadas já citadas. A principal delas, a passagem do cinema mudo para o falado, um marco da época.

Correndo o risco de dizer o mesmo de que muitas reviews por ai, digo que O artista é delicado, sensível e tem até mesmo uma inocência encantadora. Impossível assistir ao filme sem sentir certo saudosismo por essa época, mesmo que não a tenhamos vivido. A mensagem é, apesar do drama, otimista e isso fez com que o filme me cativasse totalmente.
Gostei da linguagem visual do filme, os cenários, a linguagem corporal dos atores. Por ser quase inteiramente mudo, muita coisa tem que ser “dita” de outras maneiras. Exemplo, a cena em que Peppy e George conversam na escada é incrivelmente alegórica – ela, no alto quase no topo e ele descendo, numa posição abaixo dela. Peppy conta que assinou um contrato com a produtora, George sorri e a parabeniza, mas não conta que havia acabado de ser demitido.


O filme é repleto de cenas assim, em que o expectador lê mais nas entrelinhas do que nos “diálogos” dos personagens. Poderia citar mais mas esse é um filme que você tem que assistir com o mínimo possível de spoilers, caso contrário, perde a graça.

Abro um parêntese para falar do cachorro que participa desse filme, este é um show a parte. Terminei o filme querendo um igual rs, ele é uma graça, super inteligente e roubou a cena diversas vezes. Queria que houvesse uma categoria do Oscar para que ele pudesse ser indicado (melhor interprete não-humano?) por que ele realmente merece um prêmio pela atuação nesse filme.


Mas não indicaria O artista para todos, apesar de ter gostado muito. Analisando imparcialmente, é um pouco cansativo esse mudismo todo dos personagens e é uma história sem muita ação ou inúmeras reviravoltas.

            Indico para quem gosta mesmo de cinema. Esses vão achar O artista uma grata surpresa. Nota 9,5 – muito bom e só não ganhou um 10 por que não o coloquei (até o momento) entre os meus favoritos. Mas tem grandes chances de se tornar um deles. 


E você? Já assistiu algum dos filmes indicados ao Oscar desse ano? Quais pretende assistir? 

"My work always tried to unite the true with the beautiful; but when I had to choose one or the other, I usually chose the beautiful." -- Hermann Weyl Miss Carbono que é o numero 6 na tabela periodica

7 comentários

Write comentários
21 de fevereiro de 2012 11:35 delete

Adorei esse post , muito fofo.
Tô louca para assistir esse filme,mesmo sendo mudo e tal, quero mesmo assistir.Também pretendo assistir A Invenção de Hugo Cabret e Meia Noite em Paris.
ÓTIMO POST :D

BEIJOS!!!

Reply
avatar
Caue1507
AUTHOR
21 de fevereiro de 2012 14:05 delete

não sabia que tinham feito um filme assim, muito menos que vai pro oscar! o.o achei muito lgl o post e adorei as imagens! fiquei com muita vontade de assistir! *-*

--
hangover at 16

Reply
avatar
Paty Algayer
AUTHOR
21 de fevereiro de 2012 17:00 delete

Óin, que fofo esse cachorrinho! *-* Só por ele já deu vontade de assistir! :P
Acho legal filmes mudos, os atores precisam ser realmente bons pra passar as sensações e acontecimentos do filme... Vai pra minha lista, quero assistir!

Bjus
Paty Algayer - http://www.magicaliteraria.com/

Reply
avatar
Carissinha
AUTHOR
24 de fevereiro de 2012 16:40 delete

Esse filme é um dos poucos indicados que ainda não assisti.
Desde o GG venho tentando assistir os indicados das premiações (Golde Globe, SAG e Oscar)
Assisti muitos e ainda pretendo assistir esse. Não tenho nada contra filmes mudos e vou assistir com muita boa vontade, só duvido que ele seja mais encantador que Meia-Noite em Paris e Hugo Cabret. Só que estou com o coração aberto para surpresas.

Beijos!

Reply
avatar
25 de fevereiro de 2012 15:33 delete

Vou assistir a Dama de Ferro, e amanhã esse ou a invenção de Hugo Cabret(que queria ter lido o livro antes:[)mas..., esperar pela noite de amanhã e as premiações...

Reply
avatar
25 de fevereiro de 2012 15:33 delete

Passa lá no Simbolista também:
http://www.osimbolista.blogspot.com

Reply
avatar
Tânia Gama
AUTHOR
15 de março de 2012 11:27 delete

Parabéns, pela resenha bem desenvolvida! O filme irei assistir somente hoje a noite e acho que irei gostar.Quanto aos outros indicados, falta A Dama de ferro o qual já li o livro e gostei muito!

Reply
avatar


Olá, seja bem-vindo!

Pode falar o que quiser do filme, livro ou texto - só peço que tome cuidado para não ofender os outros leitores do blog. Nada contra palavrões mas também não vamos exagerar, ok?

Obrigada!