Lenda da Paixão – Barbara Leigh CH Nº78

terça-feira, fevereiro 03, 2009 0 Comments A+ a-



ATENÇÃO: ESSA RESENHA PODE CONTER SPOILLER

A história se passa entre a Irlanda e a Inglaterra, no século 13. Serine é mãe, esposa e castela, cuidando de tudo enquanto o marido está fora nas cruzadas. Um dia aparecem uns homens barbudos e ROUBAM um monte de crianças do feudo, entre elas o filho de Serine. Robert, o herói da historia, é um dos seqüestradores.
É ai que as coisas começam a ficar confusas. O cara rouba o filho dela, da um empurrão que a derruba no chão e, um capitulo depois, ela já diz (ou melhor, pensa) que ama ele? E ele a ela? Mas que palhaçada.
Serine vai a Irlanda tentar reaver o filho, mas o “chefe” de lá (irmão de Robert) não aceita que ela vá e leve a criança porque, segundo eles acreditavam, havia naquela aldeia uma maldição: Nenhuma mulher engravidara em anos. Logo, cada criança era importante para assegurar a ‘continuidade’ dos celtas (ou melhor, esses celtas em questão).
A ‘heroina’ se revolta e passa o restante da historia ‘’dividida’ entre ficar com o Seqüestrador/Herói e voltar para seu amado feudo. Enquanto ela não se decide, é claro, vai pra cama com o sujeito varias e varias e varias vezes (o livro não cita nenhuma delas, só insinua). O marido? Convenientemente, ela descobre pouco depois de chegar a Irlanda, que ele morreu nas Cruzadas.
Não é surpresa quando ela descobre que está grávida.


Ponto forte: A relação entre o casal secundário, Ethyl e Drojan que prova que existe amor na 3 idade (quer dizer, para época eles eram velhos mas, apesar do livro não ser muito claro, ela deve ter uns quarenta e pouco e ele uns cinqüenta e alguma coisa).

Ponto Fraco: o casal principal não convence, não tem química, a mocinha é uma neurótica e o mocinho é um louco. Parece que a única coisa que fez com que eles se apaixonassem foi ter olhado um para o outro – fora isso, nada em comum (eles nem conversam direito).

Conclusão: O enredo é simples, de fácil solução ( a mocinha deixar de pensar na casa que deixou pra trás). Não é péssimo, mas é BEM ruim.


É melhor ler outro romance.


Trecho do Livro (SPOILLER SPOILER SPOILER)

(Quem começa é Ethyl, a velha)

- Nenhum homem estaria disposto a ser o segundo no coração de sua amada ou, no caso de lorde Robert, talvez até o terceiro. Sim porque antes dele vinham Hendrick (O FILHO DELA!) e Sheffield (O FEUDO).
Aquilo deixou Serine enfurecida.
- Como pode dizer isso, Ethyl? Robert sempre foi o primeiro no meu coração.


(fim do trecho)



Sem comentários.

"My work always tried to unite the true with the beautiful; but when I had to choose one or the other, I usually chose the beautiful." -- Hermann Weyl Miss Carbono que é o numero 6 na tabela periodica


Olá, seja bem-vindo!

Pode falar o que quiser do filme, livro ou texto - só peço que tome cuidado para não ofender os outros leitores do blog. Nada contra palavrões mas também não vamos exagerar, ok?

Obrigada!