Filme - Wolverine: Imortal

quarta-feira, agosto 07, 2013 1 Comments A+ a-

ATENÇÃO: Esse post NÃO contém nenhum spoiler grave, apenas algumas informações que podem ser encontradas inclusive na sinopse 

           Alguns anos após ser obrigado a assassinar o seu grande amor (Jean Grey) Wolverine vive recluso em uma floresta. Ele ainda tem sonhos e delírios com sua amada Jean, a quem jura que nunca mais irá machucar nenhuma outra pessoa.
       
            Um dia, justamente quando está próximo de quebrar sua promessa a Jean, uma misteriosa mulher aparece e – dizendo ter sido enviada por um antigo conhecido de Logan, pede para que este a acompanhe até o Japão. O relacionamento entre o herói e esse misterioso sujeito é explicado aos expectadores na primeira cena do filme: Há muitos anos atrás, Logan havia salvado a vida de Yashida e, mesmo não se lembrando do ocorrido (lembrem-se, ele perdeu a memória), o herói vai até o Japão para ver esse homem.
            Como o próprio nome já diz, esse filme é focado inteiramente na figura de Wolverine. Seu principal rival, em um primeiro momento, parece ser uma mutante de nome Viper (ou Víbora), mas, no decorrer da história percebemos que não é bem assim. Há muitas pessoas interessadas em acabar com a vida da neta de Yashida e o herói acaba tendo que entrar numa fuga alucinada para protege-la.
            Só tem um problema: por alguma estranha razão, os poderes de regeneração de Logan estão “falhando” – ou seja, o herói agora pode se cansar e se ferir como qualquer outro humano. Juntando isso ao fato de estar em um país estranho, temos uma trama cheia de desafios para nosso amado Hugh Jackman anti-herói mutante.


            O filme tem cenas de ação interessante, com direito a ninjas e membros da Yakuza aparecendo em alguns momento. Também nos mostra algumas superstições e hábitos culturais dos japoneses, o que é algo que particularmente me interessa. Mesmo assim, senti uma certa arrogância americana na maneira como os japoneses do sexo masculino são retratados: Um tanto cheio de estereótipos, em alguns momentos beirando ao humor com sua fraqueza e, em outros, maldosos e extremamente preocupados com sua honra. As mulheres nipônicas, porém, são colocadas de forma um tanto melhor.
             Achei que Wolverine está melhor retratado nesse filme do que em “X-Men Origens” mas, ainda assim, em alguns momentos vemos Logan sensível demais. Aliás, que mania é essa de colocar um interesse romântico diferente a cada filme? Achei desnecessário, ainda mais em uma fase em que o mesmo jura amor eterno a Jean Grey.

            De um modo geral, o filme é interessante e cumpre algumas das minhas expectativas. Confesso que tive momentos de dúvidas, principalmente com relação à história pregressa do herói e como aquilo se encaixaria ao que estava vendo.
            Porém, para minha sorte, fui assistir ‘Wolverine’ com alguns fãs de quadrinhos que me explicaram, por exemplo, que Wolverine só pode regenerar partes que são naturalmente dele (o que não é o caso do Adamantium). Vocês podem achar essa informação inútil agora (ou óbvia), mas certamente vão entender a minha confusão quando assistirem ao final do filme.
            Falando em final, o que foi aquela cena depois dos créditos? Sinceramente, foi o melhor momento do filme. Estou ansiosa para o próximo X-Men e para os novos desafios que os mutantes irão enfrentar.

            Para Wolverine, no entanto, minha nota é 7 – um filme razoável. Nem mais, nem menos.

P.S.: O filme tem um 3D pífio e ridículo, não compensa pagar um centavo a mais por isso. Me arrependi de não ter escolhido o 2D.


             

"My work always tried to unite the true with the beautiful; but when I had to choose one or the other, I usually chose the beautiful." -- Hermann Weyl Miss Carbono que é o numero 6 na tabela periodica

1 comentários:

Write comentários
17 de agosto de 2013 12:08 delete

Estou morrendo de vontade de assistir este filme e já reservei o dia de amanha à tarde para fazer isto. Adoro estes filmes que originam dos quadrinhos. Sempre odiei 3D então novamente vou fugir dele rs.

Estou seguindo seu blog para acompanhar as atualizações e sempre que puder fazer uma visita.
Abraços

http://reaprendendoaartedaleitura.blogspot.com.br/

Reply
avatar


Olá, seja bem-vindo!

Pode falar o que quiser do filme, livro ou texto - só peço que tome cuidado para não ofender os outros leitores do blog. Nada contra palavrões mas também não vamos exagerar, ok?

Obrigada!