Como fazer seu próprio romance de banca (Receita)

quinta-feira, julho 04, 2013 4 Comments A+ a-


Capa genérica de romance de banca

     Olá,

     Ouço muito as pessoas dizerem que romance de banca é tudo "receita de bolo". De tanto ouvir resolvi postar para vocês, leitores fiéis do blog, a bendita receita de romance de banca, para que vocês possam criar em casa seus próprios livrinhos \o/

Confira e saiba como criar um típico romance! 

***

Ingredientes principais

2 personagens principais
(pelo menos) 2 personagens secundários
1 (ou 2) segredos do passado
1 trama básica
1 cena de declaração
1 Final feliz

Opções de Cobertura

Tensão sexual
Rivais (à gosto)

Modo de preparo

                - Comece com os personagens principais e adicione (em 1 deles ou em ambos) um segredo do passado. Esse é um dos momentos mais importantes pois esse segredo, do mocinho ou da mocinha, servirá como impedimento para o relacionamento entre o casal principal dar certo por isso só será revelado no final (ou próximo do final). Lembre-se que tudo será superado com o poder do amor, portanto não exagere.
( Se está em dúvida nessa parte, sugira algum trauma de infância envolvendo o pai ou mãe de um dos personagens e que influenciou o mocinho/mocinha até a vida adulta. Psicanálise barata sempre funciona).
                - Insira esses personagens em uma trama base que servirá como pano de fundo para toda a história. Como esses personagens se conheceram? Onde? A trama base varia muito de história para história, mas, no geral, é algo bem simples e que requer pouco raciocínio do leitor. A trama não é importante e sim os personagens (e sua história de amor).
                - Depois de criar um cenário (trama básica) acrescente pelo menos 2 personagens secundários nela. É importante que a textura desse personagem seja similar a da trama – quanto menos eles se destacarem melhor. Afinal, eles só estão lá para servir como “orelha” e impulsos para situações entre o mocinho e a mocinha – coisas como motivação e personalidade complexa não são aconselhadas.
                - Distribua esses ingredientes em certa quantidade de páginas, porém não exagere: Lembre-se de que, se sua história passar do ponto ela vai ter partes queimadas (cortadas) da versão final *.
                - Perto do final adicione a declaração de amor – de preferencia com várias paginas de pura conversa e frases de efeito romântica. Imediatamente depois, adicione o final feliz.
                - Leve esses ingredientes para o papel e trabalhe com eles até ficar com aparência de romance de banca. Clichês são sempre aceitáveis (E até mesmo esperados) nesse gênero.
                - Depois que a história estiver pronta adicione a cobertura.

Modo de preparo da Cobertura:

                - Polvilhe, ao longo de toda a história, tensão sexual entre o mocinho e mocinha.  Essa tensão não precisa ser concretizada, muito romances antigos terminam sem sequer um beijo, mas é importante que exista para que os leitores percebam logo na primeira cena quem é o casal principal. Frases como “Seu coração galopou dentro do peito”, “nunca havia sentido algo tão intenso” ou “sentiu o rosto enrubescer”, certamente devem servir para dar essa sensação.
                - Se preferir, adicione um rival ao romance dos mocinhos. Caso a rival seja do sexo feminino não se esqueça da beleza arrebatadora ou de qualquer outra característica que irá fazer com que a mocinha se sinta inferior a ela. Caso seja um homem, é importante que seja simpático e que a mocinha goste dele. Em ambos os casos deixe bem claro para o leitor de que esse personagem é apenas um obstáculo para o relacionamento do mocinho e da mocinha não dar certo. Lembre-se de que isso não é um Young Adult e, portanto,  só existe um casal possível e aceitável.

- Sirva para os amigos - bom apetite! 



* Em romances de banca é comum fazer a edição dos livros , isto é, cortar algumas partes para se adequar em um número de páginas pré-definido

---
Espero que tenham gostado pessoal, até a próxima! 

(Sim, esse texto é uma piada)

"My work always tried to unite the true with the beautiful; but when I had to choose one or the other, I usually chose the beautiful." -- Hermann Weyl Miss Carbono que é o numero 6 na tabela periodica

4 comentários

Write comentários
Nana ~*
AUTHOR
12 de julho de 2013 12:42 delete

HAHAHA
Adorei as dicas!
Tensãozinha é sempre bom!

Ótimo post, parabéns..
quem sabe eu transforme alguma das minhas histórias em livro, algum dia hahaha

bjs
Nana - Obsession Valley

Reply
avatar
Gabeee
AUTHOR
16 de julho de 2013 07:52 delete

Parabéns pelo post! HAHAHA Me diverti lendo e lembrando de alguns romances de banca que já li. Muito bom. HAHAHA

xx
Gabee
Hangover at 16 - hangoverat16.blogspot.com

Reply
avatar
17 de julho de 2013 00:26 delete

Nossa, e pensar que mesmo sendo homem - e hetero, rsrs - esses foram os primeiros tipos de livro que eu li! Julia, Madalena, sei lá, era romance nova cultura, etc. Eram os mais baratos la no bazar, custavam 2 ou 3 reais, e eu criança prodígio na leitura gostava de ler, acabava comprando. Imagina minha cara quando chegava nas partes quentes! rsrsrsr
Muito legal esse blog, já estou seguindo!
O meu ainda ta no inicio, se quiser deixar sua opinião, sugestão lá depois, ficaria muito agradecido!

Abraços!

http://pecasdeoito.blogspot.com.br/

Reply
avatar
Anônimo
AUTHOR
4 de agosto de 2014 17:41 delete

kkkkkk Mto boa. E pensar que tem romances bem vendidos que tbm seguem a receita, só acrescentam um pano de fundo interessante e voilà

Reply
avatar


Olá, seja bem-vindo!

Pode falar o que quiser do filme, livro ou texto - só peço que tome cuidado para não ofender os outros leitores do blog. Nada contra palavrões mas também não vamos exagerar, ok?

Obrigada!