Resenha: A noiva traída - Jayne Ann Karetz

segunda-feira, janeiro 28, 2013 2 Comments A+ a-


Na sua noite de núpcias, a doce e sensível Katy Coltrane vibra de paixão por Robert, seu marido. Amante experiente, ele sabe despertá-la para a volúpia. Mas o que Robert revela logo em seguida leva Katy ao desespero!
Robert casou-se por interesse com a filha de seu ex-patrão. Porém, à mediada que ele aprende a conhecer a nova Katy - surpreendente fogosa e determinada - passa a querê-la de qualquer maneira. Mas não será tarde demais para evitar que ela o castigue, abandonando-o? - Sinopse retirada do Skoob

         Robert nunca tinha dito que amava Katy, nem mesmo quando a pediu em casamento. Mesmo assim Katy acreditava que, se havia pedido de casamento, ele certamente deveria amá-la e, por essa razão, aceita a proposta. 

         Cheia de esperanças em viver feliz para sempre ao lado de seu príncipe encantado  (e cowboy), Katy vê todos os sonhos diluídos na lua-de-mel. Na verdade Robert a pedira em casamento por achar que ela seria um moça confiável, uma parceira nos negócios e na vida e não por ter algum tipo de paixão fulminante por ela. 
          No momento em que essa discussão acontece, Robert faz uma verdadeira "declaração": Diz que, apesar de não amá-la, vai cuidar dela e protege-la, vai ser fiel e quer passar o resto da vida com ela. Uma mulher sensata pensaria que o amor vem com o tempo e esqueceria esse papo de "contos de fada". Mas, por trás da faixada prática e discreta há uma mulher impulsiva e passional: Katy pede o divórcio. 
           A noiva traída é um livro antigo que comprei recentemente em uma das minhas visitas ao sebo. Não sei bem o que me chamou a atenção na história pois a autora não é conhecida e a sinopse não tem nenhum diferencial. Mesmo assim comecei a ler o livro e fiquei satisfeita com a minha aquisição. 
           É interessante ver os mocinhos, depois de casados, tentando fazer o casamento dar certo. Há brigas e discussões mas, como um casal normal, eles logo fazem as pazes, sem que seja necessário uma vida de ressentimentos e acusações para isso. 
           Claro, como já é característico nesses romances, há a figura do vilão, aquela pessoa que tenta sabotar a felicidade (e até mesmo a vida) do casal. Mas, assim como as cenas de discussão, o climax, em que a identidade do vilão é revelada e a "batalha" entre ele e o mocinho ocorre é morno, não deixando qualquer dúvida de que o desfecho será positivo. 
            Em um dia mais critico, chamaria a autora de covarde por não colocar seus personagens em grandes dilemas ou situações complicadas. Porém estava de bom humor e a leitura foi tão rápida que nem me estressei com essa situação. Nota 7 - um livro razoável e interessante para ler em um bom dia. Provavelmente você vai esquecer a história logo em seguida, mas vale a pena se o preço estiver bom (no meu caso custou R$ 2,00, então tudo bem. 

"My work always tried to unite the true with the beautiful; but when I had to choose one or the other, I usually chose the beautiful." -- Hermann Weyl Miss Carbono que é o numero 6 na tabela periodica

2 comentários

Write comentários
31 de janeiro de 2013 13:59 delete

Oiiie, estou passando para dizer que indiquei o blog em dois selinhos lá no meu, espero que goste... =D

Beeeijos,

http://estantedadebora.blogspot.com.br/

Reply
avatar
12 de abril de 2017 16:24 delete

A sinopse resume bem o livro, é exatamente aquilo que foi descrito. O livro tem trama e conteúdo bem fracos, sem grandes emoções. Um casal polido demais, educado demais, frio demais, um casamento sem amor, pelo menos da parte do mocinho, enfim não é aquele livro que deixa saudade e vontade de ler novamente!

Reply
avatar


Olá, seja bem-vindo!

Pode falar o que quiser do filme, livro ou texto - só peço que tome cuidado para não ofender os outros leitores do blog. Nada contra palavrões mas também não vamos exagerar, ok?

Obrigada!