Uma proposta irrecusável - Jill Mansell (resenha)

segunda-feira, junho 20, 2011 17 Comments A+ a-

             






             Lola é uma jovem de 17 anos que vive seu primeiro amor. Ela e Doug , que tem 19 anos, juraram ficar juntos para sempre e, mesmo Doug indo estudar na Escócia (!), eles 
resolveram namorar a distância ou, Lola estava pensando, poderiam morar juntos no período da faculdade. Ai, o amor... 

            Mas então a mãe de Doug aparece no emprego de Lola e lhe faz uma proposta: Daria a ela 10 mil libras para que se afastasse de seu filho. 

            O primeiro pensamento de Lola, claro, e mandar a mãe do namorado catar coquinho. Mas quando ela chega em casa, mais cedo do que de costume, acaba descobrindo algo que pode mudar a vida de sua família. E, bem, isso faz com que ela aceite a proposta de Adelia

   Esse fato, que mais parece ter vindo de uma novela mexicana, é o inicio do livro “Uma proposta irrecusável”, de Jill Mansell. Minha primeira reação ao ler a sinopse (que é bem parecida com esses parágrafos ai em cima) foi: Ah, esse livro deve ser um baita dramalhão, nem quero ler.
            Eu estava com esse pensamento até ler uma resenha sobre esse livro, em um dos (milhares) de blogs que eu sigo. Realmente queria lembrar aqui o nome do blog e divulgar por que era uma resenha muito boa, mas eu não lembro, desculpem.  Se eu achar ela de novo, coloco o link aqui.


            Essa resenha falava que o livro era super-engraçado, que não tinha nada a ver aquela sinopse meio dramática nem a capa do livro, que também parece ser a de um livro mais “pesado”.  Li isso e pensei comigo “Por que não?” Solicitei um exemplar para a Novo Conceito (editora super parceira do blog) e, rapidamente, comecei a ler.

            Deveria ter feito isso antes. O livro tem uma linguagem super divertida, cheia de situações engraçadas e referências a filmes e livros famosos. A história se passa dez anos dos “terríveis acontecimentos” que motivaram Lola a se afastar de Doug. Depois de uma coincidência praticamente inacreditável, Lola se vê novamente cara-a-cara com Adelia, sua ex-sogra. E com Doug que, mesmo depois de tanto tempo, ainda é o grande amor de Lola.

            O que uma heroína sem-sal faria? Provavelmente sofreria com a rejeição de Doug e teria até vergonha de conversar com ele, depois de tudo o que aconteceu, certo?

Cena de "A Usurpadora" - A personagem do livro não age assim.

             Mas Lola é super otimista e autoconfiante e, mesmo sabendo que Doug está muito puto com ela, tenta reconquistá-lo, ainda que se recuse a contar por que precisou do dinheiro a 10 anos atrás. É claro que Doug se afasta dessas investidas e ai está parte da graça do livro.
            A outra parte está nos personagens secundários da história: Sally e Gabe com seu eterno cabo de guerra, a mãe de Lola com seu gosto terrível para a moda e vários outros que, com suas atitudes completamente exageradas, malucas e, ao mesmo tempo, familiares nos fazem ler o livro com um sorriso no rosto. 

            A história é ficção e têm seus momentos “isso nunca aconteceria”, mas as situações são narradas com tanta leveza pela autora que fica parecendo perfeitamente plausível, até corriqueiro, acompanhar o que acontece.  O ritmo dado por Jill Mansell ao livro é bem leve, gostoso de acompanhar; as páginas não viciam mas te deixam com vontade de ler entre uma folga e outra. Eu mesmo nunca levo livros para a faculdade mas acabei levando esse só para ler durante o intervalo ou quando aparecia uma oportunidade de pega-lo na bolsa. Lia um pouco e daqui a pouco guardava e assim foi que li o livro inteiro por que essa semana de provas da faculdade atrapalhou muito minha “rotina de leitura” em casa rs.

            Se estivesse lendo um thriller ou um livro com tema sobrenatural, que tanto gosto, não conseguiria fazer isso, odeio interromper um capitulo no meio. Mas esse livro não tem clímax ou revelações bombásticas o que acabou frustrando muitas de minhas “previsões” para a história; Isso pode ser considerado um ponto negativo mas para mim é apenas o estilo da autora. O que considero um ponto negativo mesmo, é a ausência de Adelia Tennant na história: Dei altas gargalhadas com o antagonismo entre ela e Lola no começo mas então a personagem deu uma sumida da história, só aparecendo em passagens rápidas. É uma pena.


            Recomendo esse livro para todos que gostam de Chick lit (não gosto desse termo mas ele existe, fazer o que?) e estão a fim de ter um bom livro na bolsa para ler de vez em quando. Já anotei o nome da autora, pretendo ler outros livros dela que forem lançados aqui no Brasil. Nota 8 – um bom livro.

            E ai, gostaram da história? Leriam? Comentem! =)


"My work always tried to unite the true with the beautiful; but when I had to choose one or the other, I usually chose the beautiful." -- Hermann Weyl Miss Carbono que é o numero 6 na tabela periodica

17 comentários

Write comentários
Julia G
AUTHOR
20 de junho de 2011 11:55 delete

Sei que parece até um pouco tolo, mas eu AMO esse tipo de livro. Exagerado, engraçado e leve. Não que eu não goste de outros gêneros - muito pelo contrário - mas é um tipo de leitura muito boa para espairecer.

Já anotei o nome da autora. Assim que possível vou ler também.

beijos
Conjunto da Obra

Reply
avatar
20 de junho de 2011 12:13 delete

Parabéns pela resenha! Estou ansiosa para ler Uma Proposta Irrecusável. Beijos!

Reply
avatar
20 de junho de 2011 12:30 delete

hahahaha Li e tenho uma proposta irrecusável. A única coisa que me desagradou foi que quase que a autora fazia de lola uma oferecida sem amor próprio, porque ela já estava demais com suas insistências com o Doug, mas enfim...um bom livro.

Reply
avatar
Fabiana
AUTHOR
20 de junho de 2011 12:47 delete

Fiquei com muita vontade de ler esse livro! Adorei a resenha!

Reply
avatar
20 de junho de 2011 12:50 delete

OI!

Ainda não li, mas agora deu vontade de ler. Eu gosto do estilo e sei que vou me divertir com a leitura!

BjoO
Pri
Entre Fatos e Livros

Reply
avatar
Carissinha
AUTHOR
20 de junho de 2011 16:16 delete

Recentemente li uma resenha e fiquei com vontade de ler. Mas antes tinha achado um dramalhão mexicano.

Beijos!!

Reply
avatar
Raissa Debora
AUTHOR
20 de junho de 2011 19:50 delete

a resenha ta otima, enxuta e completa :D
mas eu nao sei, nao fui mt com a cara da livro, ja tinha lido uma resenha antes e detestado, mas a sua resenha me fez ver que nao eh tao mal assim,porem ainda nao vai pra minha lista ^^

bju
letracomasa.blogspot.com

Reply
avatar
Nana
AUTHOR
20 de junho de 2011 21:35 delete

Oiee!
Amei a resenha, estou doida para ler esse livro!
Só leio resenhas boas também
HAHA
Eu também não gosto desse termo, não.!

Ah eu não achei Lago dos Sonhos tãoo dramático, é bonito!

Amei sua resenha to morrendo de rir da Paulina com Carlos Daniel

bjs
Nana - Obsession Valley

Reply
avatar
21 de junho de 2011 05:41 delete

Eu adoreeeei a resenha!
Essa cena de a usurpadora aí, morri de rir! hehe
Gosto desse teu carimbo de 'No spoilers' tbm.. =)

beeeeeijo, Nayanne =*
http://www.bookaholicworld.com

Reply
avatar
21 de junho de 2011 08:37 delete

Olá, Miss!!
Adorei a sua resenha!!
Quero muito ler este livro também, parece ser mesmo imperdível!!
Bjos.

Mariana Ribeiro
Confissões Literárias.

Reply
avatar
Babi Lorentz
AUTHOR
21 de junho de 2011 16:02 delete

Eu já tava com vontade de ler. Depois de dar uma lida em sua resenha, essa vontade apenas cresceu.
Vou terminar logo de ler Palavras Envenenadas para poder solicitar este, rs.
Beijão

Reply
avatar
22 de junho de 2011 09:18 delete

Oi...

Ai graças a Deus sem spoiler, sabe pq to loco pra ler esse livro e ainda não tive a oportunidade de fazê-lo.
Nunca tive um amor como o de Lola, apesar de jovem que tbem sou... mas acho que amor a distancia não dá certo... Mas acho que Lola, se ela realmente amar Doug, ela vai recusar esse dinheiro. Mas se for algo que Lola precise mt ela vai aceitar, pq se existe uma prioridade temos de acatar a essa oportunidade essa proposta irrecusável.. ou é alguma doença de seus pais que não possam pagar, ou outra coisa sei lá.. mas me deixou curioso obrigado por n spoliers!
Acho que a mãe de Doug vai conseguir tudo até certo periodo depois que a verdade for dita, logo logo serão felizes para sempre... desejo sucesso pra ela e para a Miss Carbono no seu blog... bjs mil

Att
Rafa

LEITURAS VIVAS

Reply
avatar
Olivia
AUTHOR
22 de junho de 2011 14:13 delete

LOL quando eu vi a capa do livro e sinopse do livro tive o mesmo pensamento que vc. que seria um livro dramalhão, mas sua resenha mudou totalmente minha opinião! Agora eu quero ler esse livro o mais rápido possivel!
bjs
Liv
http://paponosense.blogspot.com

Reply
avatar
Leeh
AUTHOR
23 de junho de 2011 10:53 delete

O livro parece bem legal, e realmente, no começo eu achei que fosse um estilo, e você acabou me mostrando, durante a resenha, que é algo totalmente diferente.
E ah, é sempre bom ler um livro assim, que não vicia e tal... É bom pra levar pra escola mesmo, ou semanas que você acha que nao vai conseguir ler nada e tal xP
Muito boa a resenha!

Reply
avatar
Marcela G.
AUTHOR
23 de junho de 2011 11:33 delete

A capa e a sinopse tb não me deixaram com vontade de ler, mas adorei sua resenha, agora quero hahaha.
Gosto desses livros assim, q não enlouquecem a pessoa p/ descobrir o q vem depois, e só divertem mesmo ;)
E rachei com a foto de "A Usurpadora" hahaha, eu via xD
Beijos

Reply
avatar
bruna
AUTHOR
26 de junho de 2011 13:36 delete

Adorei a sua resenha.
So reforçou ainda mais a minha vontade de le o livro.
Veio dentro do meu Anna e o Bj Frances uma amostra dele, e de primeira achei que era uma drama.... realmente a capa nao ajuda nem um pco.
Mas o que vale eh o conteudo, e por o que vc nos disse, vale super a pena, uma bela distração em uma tarde ou intervalos de tempo =]
parabens pelo blog

Reply
avatar
Patricia Lima
AUTHOR
16 de julho de 2011 15:41 delete

Não conhecia esse livro, mas bem que você disse assim que li a sinopse me veio novela mexicana na cabeça haha.
Me interessei, com certeza vou colocar na lista 'vou ler'. Pena que a capa aparentemente não condiz com a história ;\

=*

Reply
avatar


Olá, seja bem-vindo!

Pode falar o que quiser do filme, livro ou texto - só peço que tome cuidado para não ofender os outros leitores do blog. Nada contra palavrões mas também não vamos exagerar, ok?

Obrigada!